Com 6 estrangeiros no elenco, saiba quais são as regras para usá-los

Com 6 estrangeiros no elenco, saiba quais são as regras para usá-los

O histórico do Flamengo com jogadores estrangeiros é vasto e recheados de nomes que marcaram época – Agustín Valido, Benítez,  Doval Modesto Bria, Petkovic, Reyes etc. Entretanto, o Rubro-Negro nunca antes na história teve tantos gringos de uma só vez, como tem acontecido nos últimos anos, chegando a bater o recorde na temporada passado, com sete.

Em 2018, após a chegada do atacante Fernando Uribe, o Flamengo conta com seis no plantel: quatro colombianos (Cuéllar, Marlos Moreno, Berrío e Uribe) e dois peruanos (Guerrero e Trauco). E nada impede chegue mais um, tendo em vista que a diretoria rubro-negra está no mercado em busca de reforços pontuais, e até chegou a fazer uma proposta pelo holandês Ryan Babel, do Besiktas. Mas será possível para o torcedor rubro-negro ver todos esses estrangeiros juntos em campo com a camisa do Flamengo? Depende do campeonato.

Veja o que diz o regulamento dos campeonatos que o Flamengo disputa neste segundo semestre:

Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil

Tanto na Copa do Brasil quanto no Campeonato Brasileiro, não há limite de número de jogadores estrangeiros inscritos, todos os registrados no BID estão em condição de atuar Porém, só cinco podem ser relacionados por partida, seja para começar jogando ou ficar no banco. Ou seja, no atual elenco, ao menos um  ficará sempre de fora.

Libertadores da América

A principal competição de clubes da América não impõe qualquer restrição ao número de estrangeiros em campo. Os sete podem ser relacionados para a mesma partida e até escalados ao mesmo tempo.

Leia também: Quanto o Flamengo pode gastar nesta janela de transferências

Situação de Paolo Guerrero e Trauco

Os peruanos Guerrero e Trauco seguem em situação indefinida no Flamengo. O contrato do atacante acaba em outubro e, embora a diretoria tenha interesse em fazer uma renovação, a novela parece estar longe do fim. Suspenso por doping pela Corte Arbitral do Esporte (CAS), o atleta só pôde participar da Copa do Mundo por causa de uma medida cautelar do Tribunal Federal Suíço que suspendeu a decisão. O Rubro-Negro entrou em contato com a CBF para saber se essa medida cautelar também permite que o atleta jogue no Brasileirão, mas a entidade máxima do futebol no Brasil disse que não tem competência para opinar sobre o assunto.

Já o lateral, cujo contrato vai até o fim de 2019, está insatisfeito na equipe. Ainda na Rússia, Trauco afirmou que quer buscar um novo clube. “Quero sair do Flamengo, estou muito incomodado”, declarou.


Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo

Quer que esse trabalho continue? Então precisamos que você torne-se apoiador do site! Acesse apoia.se/mrn e saiba como é fácil contribuir a partir de 5 reais mensais.

LEIA TAMBÉM

> Janela do meio do ano: relembre as contratações da gestão Bandeira de Mello
> Cruzeiro faz acordo com o Flamengo por dívida de Mancuello
> Com data de apresentação marcada, Vinicius Junior viaja para Madrid
> Consultada pelo Fla, CBF diz que não tem competência para opinar sobre a situação de Guerrero
> Decepções, revelações e acertos do primeiro semestre
>Por confusão no Palmeiras x Flamengo, Cuéllar e Dourado terão que cumprir apenas a suspensão automática
> FAQ Uribe: relacionamento com a torcida, comparação com Guerrero e perna preferida

About The Author

ANÚNCIO

APOIADORES

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

NOTÍCIAS DO FLAMENGO