Compartilhar:

Depois de contratar Rodrigo Caio e fechar acordo com Gabigol e Arrascaeta – ambos estão no Rio, mas necessitam de documentos para assinar com o clube -, o Flamengo se volta para outras carências detectadas pelo comando de futebol vigente no Rubro-Negro.

Desde o ano passado as laterais e a zaga são problemas para o Flamengo e para os torcedores. A alternância durante toda a temporada passada entre Rodinei e Pará na direita dão o tom de desespero na posição; do outro lado, nem o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro é imune as críticas. Na zaga, Réver se acertou com o Galo, e Rhodolfo e Juan possuem pouco tempo de contrato.

Por esses motivos, a diretoria do Flamengo busca, a princípio, por dois nomes: um para a lateral-direita e um para formar a dupla de zaga titular com Rodrigo Caio – o clube não descarta abrir negociação por um lateral-esquerdo, e monitora algumas possibilidades. Para as pontas, Bruno Henrique é o nome preferido.

A “novela” Bruno Henrique

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Pretendido pelo Flamengo e com proposta oficializada pelo Rubro-Negro, o atacante aguarda o acerto entre o clube carioca e o Santos, seu atual clube. Entretanto, o presidente José Carlos Peres faz jogo duro diante da negociação e exige ‘bom dinheiro e boas trocas’ pelo atleta.

Desde que Sampaoli assumiu o comando do Peixe, o treinador argentino solicitou a contratação de alguns atletas e a manutenção de outros – Bruno Henrique foi um deles. No entanto, a possibilidade de disputar a Libertadores e o atual clima entre jogador e direção santista aumentam o desejo de saída do atacante.

Consulta por Jorge e espera por Rafinha

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Cria do Flamengo, Jorge vive mau momento na Europa. Não aproveitado, o lateral-esquerdo está na reserva do Porto, e pouco jogou nesta temporada. Segundo o repórter André Hernan, do SporTV, o Flamengo consultou Jorge e está disposto a abrir conversa com o atleta, mas teria que aguardar até dia 31 de janeiro – data em que se encerra a janela europeia.

Outro que agrada a direção rubro-negra é o experiente Rafinha, lateral-direito de 33 anos do Bayern, que tem contrato até o final de junho. Segundo informações, o jogador dá prioridade ao Flamengo em caso de volta ao Brasil, mas não há chance de deixar o clube alemão antes do término do seu contrato – tanto jogador quanto comissão técnica entendem que o atleta deve cumprir o vínculo até o fim em respeito a história construída no clube.

Negativa do Cruzeiro por Dedé e propostas por Léo Pereira e Miranda

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Pedido de Abel Braga, Dedé é o “plano A” do clube para a zaga. Após a novela envolvendo o meia Arrascaeta, seu empresário, o Cruzeiro e o próprio Flamengo, houve uma espécie de acordo em que o Rubro-Negro retiraria a proposta pelo zagueiro. Ainda como uma incógnita, o nome de Dedé segue forte na pauta para 2019 mesmo após as recentes declarações de retirada rubro-negra.

Léo Pereira: o Athletico Paranaense recusou duas propostas feitas pelo Flamengo ao zagueiro de 22 anos por entender que a valorização do atleta no último ano não condiz com os valores propostos.

Miranda: outro cotado em alternativa ao nome de Dedé é o experiente zagueiro da Inter de Milão e da Seleção Brasileira. Segundo informações, o Flamengo teria feito uma proposta de 4 milhões de euros ao zagueiro de 34 anos.


*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal/Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Saiba mais em bit.ly/tutorialapoioforum

Inscreva-se no canal na TV MRN: bit.ly/CanalTvMRN

LEIA TAMBÉM

Compartilhar: