Compartilhar:

A Nação não esperava, mas em abril de 2018, Everton Cardoso acertou sua saída para o São Paulo, que desembolsou em torno de R$ 15 milhões por 100% dos direitos do atleta. A perda, no entanto, fez brilhar a grande promessa do Flamengo nos últimos anos: Vinícius Júnior.

O jovem, até então com 17 anos, brilhou, foi a válvula de escape e o jogador ousado que toda a torcida rubro-negra esperava. Fez gols decisivos, como os dois marcados na virada contra o Emelec, em pleno George Capwell, e outros importantes, como no clássico contra o Vasco. Além dos tentos, deu assistências cruciais, como a que terminou em gol de Éverton Ribeiro contra o Atlético Mineiro dentro do Independência.

Com o menino Vinícius jogando bem, assim como todo o time do Flamengo sob o comando de Maurício Barbieri, o Mais Querido passou pela fase de grupos da Libertadores sem derrotas e é líder do Brasileirão, com vantagem de 4 pontos para o segundo colocado.

Eis que a pausa para a Copa trouxe um grande lamento por parte da torcida e comissão técnica do Flamengo. Vinícius completou seus 18 anos e o Real Madrid, até então, está reticente quanto ao empréstimo da sua joia de volta ao clube que o revelou. Agora, o clube que tinha dois bons nomes para a ponta esquerda, se encontra apenas com Marlos Moreno, que não convenceu, e corre para trazer o nome ideal para substituir o garoto.

Enquanto anunciou o atacante Fernando Uribe, vindo do Toluca-MEX, a internet começava a bombar a especulação de que o ponta holandês Ryan Babel estava cotado no Flamengo. Os dias passaram e o rumor ganhou mais forma. Wijnaldum, grande amigo e companheiro do jogador na seleção holandesa, comentou “Rio Rio Rio” em uma postagem de Babel no Instagram. Mais recentemente, o atleta do Besiktas-TUR, publicou uma retrospectiva dos times por onde passou.

As últimas informações apontam que o Flamengo enviou mais de uma proposta, em torno de 4 a 7 milhões de euros, e que os turcos recusaram ambas e pedem 10 milhões de euros.

Prevendo um desenrolar lento e a possibilidade de não haver negócio, o Mundo Rubro Negro listou sete nomes para serem alternativas ao Babel e substitutos de Vinícius Júnior que vão desde jovens brasileiros ainda com status de promessa, passa por bons nomes não tão conhecidos e termina em atletas já consagrados na Europa.

Nathan

Nathan saiu do Atlético Paranaense em 2015, ainda com 19 anos, rumo ao Chelsea. Nos azuis de Londres ele nunca jogou, sendo emprestado ao Vitesse-HOL, Amiens-FRA e Belenenses-POR nestes três anos.

Os números de gols e assistências não são tão altos quantos os próximos nomes da lista, mas ele tem características que fizeram e ainda fazem dele uma promessa. O jogador de 22 anos é um Éverton Ribeiro na esquerda. Rápido mas nem tanto, dribla bem e tem uma técnica acima da média para um ponta.

Ainda sem vingar, pode ser muito interessante um retorno ao Brasil. O valor de mercado dele, segundo o Transfermarkt, é de 1 milhão de euro. Sem ter dado muitas chances a ele, é bem capaz que o Chelsea se interesse em uma venda. No entanto, um empréstimo seria bem provável, o que o torna um nome interessante para o Flamengo analisar.

Kenedy

Surgiu no Fluminense e partiu também para o Chelsea um pouco depois que Nathan e por 4 milhões de euros a mais (custou 8 milhões de euros). Um ponta de maior amplitude, diferentemente do primeiro nome da lista, Kenedy tem boa explosão, é muito veloz e forte fisicamente.

Além destes atributos, o jovem de 22 anos também tem boa visão de jogo e bom passe. Seu senso de posicionamento e boa noção de marcação fez com que ele fosse usado algumas vezes como lateral-esquerdo no próprio Chelsea. Estas características seriam benéficas para o Flamengo principalmente quando sobem a marcação e aumentam a intensidade para coibir a saída de bola adversária.

Ao contrário de Nathan, dificilmente será vendido e, caso fosse, o rubro-negro dificilmente pagaria. Ao longos das duas últimas temporadas, Kenedy teve uma leve desvalorização. Em 2017/18, no entanto, passou a ser avaliado em 10 milhões de euros após bom segundo semestre como titular no tradicional Newcastle.

Craque, seria um grande nome para o Flamengo, mas tem muito mercado na Europa mesmo que seja para empréstimos.

Jonathan Cafú

Revelado para o mundo jogando no São Paulo, saiu também em 2015 rumo ao Ludogorets-BUL. Lá, se consagrou como uma grande promessa brasileira, marcando muitos gols e dando várias assistências, sendo importante para o clube búlgaro nos três títulos nacionais que conquistou e em classificações para a Liga dos Campeões.

Ponta definidor, normalmente toma boas decisões no um pra um e tem boa finalização. É bom driblador, sabe segurar a bola e é muito procurado para tabelas. É bom também carregando a bola para a linha de fundo antes de achar alguém em condições de gol.

Seus bons números despertou interesse do Bordeaux. Em sua primeira temporada, no entanto, foi reserva no clube francês. Seu valor de mercado despencou, mas dificilmente será vendido novamente. Um empréstimo, no entanto, pode ser interessante pra ele e se destacar no Brasil seria de grande valia pro atleta.

O que pode vir a ser um empecilho é a grande possibilidade de Malcom, principal nome do Bordeaux, ser vendido para um grande time europeu. Sua saída abria espaço para Jonathan brigar pela titularidade.

Junior Fernandes

Chileno, mas com dupla nacionalidade brasileira, Junior Fernandes é um ponta alto (1,84cm) e mais técnico. Revelado no Cobreloa-CHI, passou pela Universidad do Chile e chegou ao Bayer Leverkusen, em 2012, vendido por 4,7 milhões de euros.

Um ano após a chegada ao clube alemão, foi emprestado ao Dínamo Zagreb, onde ganhou bons minutos de jogo para mostrar o seu futebol. Lá mostrou ser um ponta veloz, não tanto quanto outro nomes da lista, porém mais técnico, com bom passe, boa visão de jogo e boa finalização. Sua boas exibições fizeram ele ser comprado pelo clube croata.

Na última temporada foi emprestado ao Alanyaspor-TUR, balançou as redes 10 vezes na Super Liga e ficou atrás apenas de dois jogadores da posição: Trezeguet, egípcio que esteve na Copa, e Ryan Babel, o nome da vez no Flamengo, ambos com 13 tentos. Além disso deu 7 assistências pra gol no Campeonato Turco.

Suas boas exibições fez ele ganhar espaço na seleção chilena, sendo, na maioria dos jogos, reserva. No fim desta temporada, no entanto, foi novamente convocado, desta vez por nosso ex-técnico Reinaldo Rueda e foi titular em duas partidas. O curioso é que atuou tanto como ponta-esquerda, quanto como segundo-atacante.

O jogador atualmente está avaliado em 3 milhões de euros.

Nani

Babel não é um nome de grande consentimento entre os torcedores do Flamengo. Ao que parece, no entanto, o clube, agora com boas condições financeiras, quer mostrar que está subindo um degrau no panorama da janela de transferências. A contratação de um jogador holandês, que joga em um time rico, seria um sinal para o mundo de que o clube tá começando a ter muito dinheiro pra contratações.

Nani é uma grande alternativa ao Babel, por exemplo. Português, não teria empecilhos quanto ao idioma. Atualmente está no Valencia, mas tá sendo chutado por lá. Na última temporada foi emprestado à Lazio-ITA, onde pouco jogou.

Nani é jogador de seleção portuguesa, driblador e com bom poder de definição. É um nome consagrado na Europa e dispensa apresentações. Certamente tem mercado em clubes de médio porte no continente, inclusive podendo voltar ao Sporting, clube que o revelou e que acaba de passar por um desmonte após confusões envolvendo torcedores e má postura da diretoria.

O português completa 32 anos neste ano. Ainda pertence ao Valencia, onde tem contrato até junho de 2019, e está avaliado em 5 milhões de euros. Após negociação de Diego Alves, o Flamengo já deve ter um relacionamento construído com a diretoria do clube espanhol. Tanto um empréstimo quanto uma compra seria possível, mas o principal é o jogador querer.

Dzsudzsák

Um outro ponta dos não tão rápidos. Talvez o mais lento da lista, completamente diferente de Vinícius Júnior. O húngaro já jogou no PSV, Anzhi, Dínamo Moscou e, recentemente, esteve no Al-Wahda. Tem nome consagrado, é querido principalmente no clube holandês e na seleção húngara, na qual é o principal nome.

Dzsudzsák é extremamente técnico, tendo ótima precisão nas finalizações, inclusive em bolas paradas. Além disso tem uma visão de jogo apuradíssima e um ótimo passe.

Seu contrato com o clube árabe terminou no início deste mês de julho, ou seja, atualmente se encontra sem clube. Mais um grande nome pro Flamengo mostrar o tipo de atuação que terá no mercado daqui pra frente.

Avilés Hurtado

O queridinho deste que vos escreve. Há um ano deixou o Toluca-MEX para ir jogar pelo Monterrey, também do México. Contrato por 7,1 milhões de euros, chegou e conquistou a torcida do seu atual clube.

Hurtado é veloz, driblador, quase fatal no um pra um e sabe fazer gols. Na última temporada foram 20 gols em 37 jogos, um bom número para um ponta-esquerda. No fim de 2017 chegou a ser convocado e estreou pela seleção colombiana.

O Transfermarkt o avalia em 4 milhões de euros. Tendo sido comprado recentemente e ser querido pela torcida e comissão técnica, o empréstimo é impossível. Uma compra seria, muito provavelmente, por um valor no mínimo na casa dos 7 milhões de euros, para o Monterrey recuperar o investimento. Hurtado tem 31 anos e 1,71cm.

 

Imagens: Divulgação

Quer ser apoiador do Mundo Rubro Negro? CLIQUE AQUI

 

LEIA TAMBÉM

> Com promessa de bom público, Flamengo/Marinha receberá Audax neste domingo
> Flamengo vence Nova Iguaçu em jogo-treino
> Babel diz que não postou mensagens subliminares e afirma: “quero me concentrar no Besiktas”
> Após investimento milionário, Flamengo anuncia fim da Ilha do Urubu
> Após susto, Paquetá divulga mensagem agradecendo o carinho dos torcedores
> Campeão mundial pela Alemanha, Podolski divulga foto do filho com o Manto Sagrado
> Por doze meses consecutivos, Flamengo é o clube americano com mais interações no Twitter

Compartilhar: