Compartilhar:

 

Na tarde deste domingo (9), no Estádio da Gávea, o Flamengo confirmou o favoritismo e conquistou a Taça Guanabara Sub-17 pelo segundo ano consecutivo. O título veio depois uma intensa disputa de pênaltis com o Botafogo, já que o placar agregado apontou igualdade: 5 a 5.

O treinador Márcio Torres  avaliou o resultado da partida, destacando o trabalho que foi realizado durante a semana. A derrota por 4 a 3 no jogo de ida, no Engenhão, quebrou uma invencibilidade de quase dois anos do time sub-17, obrigando o Rubro-Negro a vencer a partida de volta para conquistar o primeiro turno.

“Nosso trabalho durante essa semana foi mostrar para todo o grupo que esses atletas são muito capazes. Infelizmente fizemos um primeiro tempo muito ruim no jogo do Engenhão, o que não condiz com a qualidade desse grupo.

Os conscientizamos de que hoje, apesar de ser uma final, era apenas mais um jogo, dentro da nossa casa, aonde temos e continuamos com 100% de aproveitamento nesse campeonato. Com tranquilidade, conseguiríamos construir o placar necessário para a gente”, disse.

O treinador também elogiou o rival. “Quero parabenizar a toda a comissão técnica do Botafogo, que vem nos estudando há muito tempo e tem uma equipe muito organizada. Essa é uma geração especial, com qualidade acima da média para a categoria, e somos merecedores desse título”.

Na próxima quarta-feira (12), o Flamengo estreia na Taça BH de Futebol, principal competição em nível nacional da categoria. O Sub-17 vem de duas boas campanhas nesse torneio organizado pela Federação Mineira. Na temporada passada, invicto, foi eliminação na semifinal para o São Paulo. Já em 2015, derrota para o Corinthians na final. Márcio comentou sobre o próximo desafio do Mais Querido.

“A conquista dessa Taça Guanabara aumenta ainda mais a nossa confiança. Estamos indo para a Taça BH com o intuito de buscarmos o título da competição. Sabemos de todas as dificuldades e da qualidade dos adversários que enfrentaremos, mas também sabemos da nossa qualidade, e vamos em busca do nosso objetivo”, projetou Márcio Torres.

Foto: Gilvan de Souza /Flamengo


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar, e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN

Compartilhar: