Compartilhar:

Primeiramente, gostaria de parabenizar todos os gênios envolvidos na escalação do Paquetá, pendurado, contra o River, quando já estávamos classificados. Cartão, suspenso e Jean Lucas no primeiro jogo contra o Cruzeiro.

Dadas as devidas gratificações, vamos lá:

Não é normal alguém massacrar a Raposa no Mineirão, principalmente seu time atual. Como esperado, não aconteceu, embora fosse o que precisávamos. Eles até tiveram as melhores chances. A boa atuação falada no pós-jogo (que não justifica o “balanço positivo” que só Barbieri viu) foi pelo brio e luta da equipe, que jogou um jogo de Libertadores como deve ser.

Fosse essa postura também no primeiro jogo, passaríamos.

Ponto.

Mas e daí?

O Flamengo adquiriu, por incompetência própria, a necessidade do imediatismo. Chegamos ao ponto em que só taças compensam. Não adianta brio, raça, luta, postura. Se o caneco não vem, é vexame.

E como discordar?

O problema não é sair para um bom time do Cruzeiro, é a sequência de baldes gelados na nossa cara. É a pororoca de vergonhas. É o Palestino, é o Fortaleza. É perder uma vaga na fase de grupos pro Atlético-PR, é jogar uma final de Copa do Brasil como se fosse 12ª rodada de pontos corridos.

Leia também: > Blog Mulambeiros: Barbieri? O inimigo é outro…

Não gosto de usar grama do vizinho pra pisar no meu jardim, mas o Grêmio é um exemplo cabível. Saíram pra gente na Copa do Brasil. Placar apertado, 2×1 no total, assim como nossa eliminação na Libertadores. A torcida sofre na hora, mas passa batido, porque no caso deles, há créditos a gastar. Fizeram por onde.

Aqui, com toda pancada que temos sofrido, o máximo passa a ser obsessão. O milagre que queríamos ontem, por isso, tornou-se obrigação. Mais uma vez, não cumprimos.

Perder uma final pro Cruzeiro, uma pro Independiente, ou sair de uma Libertadores contra um grande time tendo vencido-o fora de casa, isolados, são compreensíveis. Os três juntos, em sequência, num intervalo de 11 meses, assinam um atestado de fracasso.

A cabeça erguida se restringe aos 90 minutos. Mas nossa situação vai muito além deles. E o único fator no qual se assemelham é que não deu. De novo.

O Flamengo que se arruma e quita dívidas de aliviar o bolso, se perde e cria outras que doem na alma.

Essas, o dinheiro não paga. O coração não assina CND.

Ainda há 2018. Também há como salvá-lo e, enfim, pagar essa dívida.

Queremos parcelada. Os juros são altos.

Apesar de tudo, apesar de você, seguimos contigo.

Saudações,
 


Léo Leal escreve no MRN e participa do programa Mesa Rubro-Negro no YouTube. Siga-o no Twitter: @_LeoLealC

 

Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Reprodução

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

LEIA MAIS NO BLOG MENGO, LOGO EXISTO

> O dia mais feliz da minha vida
> Para todos, para nós, Flamengo
> Assombração
> Aconchego da vó
> Crer
> Voem alto
> Vida longa a Zé!

LEIA TAMBÉM

> Por opção de Barbieri, Uribe não foi relacionado para partida contra o Cruzeiro
> Junior Baiano é direto ao ser questionado sobre frustração na carreira: “Joguei no maior do Brasil”
> Berrío sofre entorse no tornozelo direito
> Flamengo divulga a parcial de vendas para a partida contra o Ceará
> Convocado, Cuéllar desfalcará o Flamengo em importantes partidas
> O que você pode fazer com seus IVI Token?
> Canal Barbaridade: Everton Ribeiro comenta golaços e amizade com Ricardo Goulart
> Deputado e sócio do Flamengo é acusado de usar o Flamengo em campanha para reeleição
> De olho na Fla TV: Flamengo retoma os trabalhos no Ninho do Urubu
> Flamengo divulga a parcial de vendas para a partida contra o Corinthians
> Lateral do Flamengo autoriza agentes a negociarem com o Fenerbahçe
> 21ª rodada, 41 pontos e 3º na tabela: o Flamengo segue dentro do planejamento para ser campeão?
> Pela terceira vez, árbitro uruguaio é escalado para jogo do Flamengo na Libertadores 2018
> Não se acha o que se tinha
> 21° Copa da Amizade Brasil-Japão nesta semana
> Flamengo Imperadores perde para o Vasco da Gama Patriotas

Compartilhar: