Compartilhar:

 

Ricardo Moura


 

Fala amigos e amigas.
Estava com saudade de vocês. Prometo que não me afastarei mais.
Hoje estou aqui para falar do nosso empate com o time de três cores, não o do Rio de Janeiro, mas o de São Paulo.

Abel resolveu testar nosso coração. Colocou em campo tudo que temos para avaliação cardíaca.
Está com problema de pressão arterial? Toma Rodinei.
Um pouco de arritmia cardíaca? Toma uma dose de Dantas.
Ou quem sabe o infarte esteja próximo? Então, fique com Lucas Silva e Trauco.

Leia também:
Crônica São Paulo 1×1 Flamengo: empate justo
3ª rodada do Brasileiro 2019: um Flamengo enfrentando a si mesmo
Corretor que ajudou na vinda de Gabigol, posta foto ao lado de Rafinha na Alemanha
Metas para o hepta: Flamengo campeão brasileiro 2019

Agora, se ao ver a escalação o coração continuou maravilhoso, fique tranquilo, quarta-feira o teste mais forte tá ai.

Mas vamos falar de jogo.

O senhor Braga quis poupar o time que jogará no Uruguai. Conseguiu.
Dos titulares de verdade, apenas Bruno Henrique jogou alguns minutos, mais uma vez entrando no lugar da referência.

Destaque positivo para Hugo Moura e Thuller. O volante e o zagueiro foram seguros e mostraram que podem aparecer um pouco mais nesta temporada.

Berrío também merece destaque, nos 45 minutos em campo foi efetivo no ataque e ajudou o complicado Rodinei na defesa. Uma pena ter se machucado. Junto com Rhodolfo merece ser estudado. Muitas contusões.

piris da motta flamengo são paulo

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Já pro lado negativo a gente fica com o de sempre. O menino Dantas precisa amadurecer, ainda falta noção de onde está, além de um pouco de bola.

Ronaldo poderia ter mostrado um pouco mais. Sinto que está entrando no limbo. Aquele momento em que o atleta não faz mais falta no elenco, ou seja, só faz volume.

O absurdo deixo com Lucas Silva. Me perdoe. Mas não dá. Não tenho nem palavras. Espero queimar a língua, mas não dá.

Saímos de São Paulo com 1 ponto. Pelo time escalado, por nosso treinador e pelo adversário, podemos dizer que foi bom.

LIBERTADORES – Quarta-feira a gente se encontra novamente. Vamos torcer para dar tudo certo. Mais do que o lado esportivo, o Flamengo precisa passar para ter paz e calma. Uma eliminação precoce tem um peso muito grande na instituição.

TIMES CARIOCAS – O resultado do Campeonato Carioca fica cada vez mais de lado quando o Brasileiro começa. Não estamos falando de resultado. O futebol em si dos times do Estado está muito fraco, incluindo o nosso.

DIRETORIA – Não sei se tá rolando. Mas uma empresa normal, diante de uma crise, já estaria olhando o mercado e mapeando possíveis nomes para comandar o barco caso uma tragédia aconteça. Não preciso dizer mais nada….

MRN – Vida longa ao lugar onde o Flamengo pertence aos Flamenguistas.

 

 


Você pode contribuir com o nosso projeto:

Via Paypal:

 

 

Via Transferência Bancária:

Banco do Brasil:
Agência 3652-8
Conta Corrente 43937-1    

Compartilhar: