Veja os pontos mais importantes da prestação de contas do Jurídico

Veja os pontos mais importantes da prestação de contas do Jurídico

Veja os principais pontos da prestação de contas enviada pelo vice-presidente jurídico Flávio Willeman aos sócios do Flamengo nesta sexta-feira:

Romário

O clube chegou a um acordo para encerrar um processo que se arrastava desde 1999 e pelo qual o Flamengo ainda tinha R$ 14 milhões a pagar em parcelas mensais até 2022 ao ex-atacante e atual senador Romário. O ex-atleta aceitou receber um pagamento à vista de R$ 6 milhões em novembro para encerrar o processo e enfim deixar a folha salarial do Flamengo 17 anos após sua última partida pelo clube. O acordo foi obtido pelo CEO Fred Luz e o diretor-financeiro Paulo Dutra.

Casa de São Conrado

Após a aprovação pelo Conselho Deliberativo, em julho, o clube recebeu em 25 de novembro a quantia líquida de R$ 4.401.378,45 pela casa em São Conrado que servia de concentração para os jogadores nos anos 80 e estava há décadas sem uso. A maior parcela do dinheiro será destinada às obras do módulo da base do CT George Helal, que se iniciam no ano que vem, à exceção de R$ 500 mil que serão destinados à Vice-Presidência de Patrimônio Histórico para aplicação no projeto FlaMemória.

Processos trabalhistas

Atualmente estão em curso cerca de 50 ações trabalhistas contra o clube, 10% do montante que existia em 2013. No ano passado, apenas 26 novos processos foram iniciados, também um recorde – metade do valor registrado na média de 2014 e 2015. Desde 2013, o Jurídico já celebrou 160 acordos para pagar um total de R$ 78 milhões, tudo saído do Ato Trabalhista, e diminuir a carteira de ações contra o clube. Em 2017, o Jurídico pretende rediscutir com o Tribunal Regional do Trabalho a necessidade de manter o Flamengo no Ato, que penhora automaticamente 15% das receitas do clube, diante do cenário de redução de ações.

Caso Hernane

O clube aguarda a publicação da sentença sobre a última parcela, de cerca de 2 milhões de euros, acordada pelo clube saudita Al-Nassr para a compra do atacante Hernane em 2014. Willeman diz ter recebido informações de que a decisão será a mesma das parcelas anteriores, obrigando o Al-Nassr a pagar a íntegra do valor devido mais multa. A expectativa do Jurídico, como o vice-presidente já havia antecipado ao Mundo Rubro Negro na inauguração do módulo profissional do Ninho do Urubu, é receber todo o dinheiro devido até o fim de 2017.

Restaurantes no clube

Após árdua negociação comandada pelo vice-presidente do Fla-Gávea, Humberto Motta, o Jurídico enfim conseguiu um acordo judicial com o bar e restaurante “Mais Querido da Gávea”, que detinha por contrato firmado antes da atual gestão assumir exclusividade para a venda de alimentos no clube por período indeterminado. Pelo acordo, o “Mais Querido da Gávea” abre mão da exclusividade e se compromete a devolver até abril de 2017 três dos cinco pontos que mantém no clube, “para a contratação de serviços de melhor qualidade e padrão mais elevado”.

About The Author

ANÚNCIO

APOIADORES

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

NOTÍCIAS DO FLAMENGO