Compartilhar:

Há cerca de 2 anos e meio Diego Ribas chegava ao Flamengo literalmente nos braços da Nação para um contrato de 3 anos. Hoje, a pouco tempo do fim do seu contrato, essa mesma torcida discute se vale a pena ou não renovar com o camisa 10.

Na manhã desta quarta (17), a diretoria rubro-negra convocou uma coletiva para tratar sobre a venda de Lucas Paquetá ao Milan. A perda de um jogador com as características da joia rubro-negra traz à tona, também, a possível perda do Diego, que tem qualidades semelhantes e outras nem tanto por conta dos seus trinta e poucos anos. Um questionamento acerca do assunto foi levado ao então presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello:

“Não falamos sobre negociações. Temos o maior apreço pelo jogador, mas tudo que envolver a negociação entre ele o Flamengo só será divulgado quando estiver concluído”. A resposta, de praxe dessa gestão, mantém as dúvidas pairando.

A aparente demora para tratar de uma renovação com Diego pode ser, em parte, por conta do processo eleitoral rubro-negro. O Dia D da eleição só acontecerá na primeira semana de dezembro e até lá dificilmente haverá conversações entre jogador e clube.

O grande problema, no entanto, é que a partir de 30 de janeiro, quando o contrato do meia estará a seis meses do seu final (encerra 31/07), qualquer clube pode procurar o atleta e assinar um pré-contrato. Especulações afirmam que o Santos seria um clube interessado nele, vale lembrar também que no início do ano houve o boato de que o Palmeiras queria trocar o atleta por Moisés e também sobre uma grande proposta do mundo árabe vinda para Diego.

O momento do atleta

Em termos de números o meia vive seu pior ano pelo Flamengo. Desde o início da temporada, anotou 7 gols e 7 assistências em 38 jogos. Proporcionalmente mais fraco do que os 6 gols e 3 assistências nos 18 jogos em 2016 e dos 18 gols e 7 assistências nas 53 partidas do ano passado.

Os números, claro, não a ver somente com queda de rendimento. A mudança tática começada por Carpegiani e seguida por Barbieri deixou o jogador um pouco mais distante do atacante do que nas temporadas anteriores. No 4-1-4-1 desta temporada, revezou as subidas com Paquetá e foi muito mais o cara do penúltimo do que do último passe.

Diego perdeu os últimos três jogos do rubro-negro por conta de lesão, ou seja, não jogou nenhuma partida sob o comando de Dorival Júnior. De volta aos treinos esta semana, começou como reserva e não deve começar jogando no duelo contra o Paraná. Nos últimos dois embates (3×0 contra Corinthians e Fluminense), o time voltou a jogar na formação dos últimos dois anos e houve uma melhora geral de desempenho. Paquetá, que tem feito a função que o camisa 10 fez em 2016 e 2017, marcou 2 gols e participou muito mais dos lances de perigo.

Após vários anos com dificuldades para achar um jogador que fizesse bem a função do 10, o Flamengo hoje conta com três destes no elenco: os próprios Diego e Lucas Paquetá, além de Éverton Ribeiro. O último ainda tem longo contrato com o clube, mas a venda do camisa 11 e a possível perda do camisa 10 traria transtorno para a diretoria.


*Créditos da imagem destacada: Gilvan de Souza/Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

Leia também

> Diretoria do Flamengo se manifesta sobre venda de Lucas Paquetá

> Flamengo conhece seu caminho no Campeonato Carioca; primeiro clássico ocorre ainda em janeiro

> CBF muda data de Flamengo x São Paulo

> Diego é reserva no primeiro treino para o duelo com o Paraná 

> Flamengo conhece datas e local dos jogos na Flórida Cup 

> Apresentação desastrada do “senhor Waldemar” completa quinze anos 

> Flamengo x Paraná: locais, datas e horários para compra e troca de ingressos

> Com duplo-duplo de Varejão, Flamengo estreia com vitória no NBB

> Calendário do Flamengo no NBB está definido

> Após Paquetá, Flamengo dá um salto e já é o segundo que mais arrecadou com venda de revelações

> Histórica frase de Petkovic na campanha do hexa completa nove anos

> Com saída de Lucas Paquetá, Flamengo corre risco de repetir “geração perdida”

> Sete grandes nordestinos que marcaram época no Flamengo

> Presidente da Assembleia Geral do Fla não descarta eleição em fim-de-semana; data será anunciada este mês

> O Flamengo nasceu do Fluminense? Saiba a resposta neste papo entre pai e filho

> Candidatura de Ricardo Lomba pode ser impugnada

> Flamengo/Marinha soma seus primeiros pontos no Carioca Feminino 2018

Compartilhar: