Compartilhar:

Mais um problema na conta. O Flamengo terá de pagar R$ 1 milhão ao Internacional por ter escalado o Réver no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. A informação foi divulgada em primeira mão pelo jornalista Fábio Azevedo, do Fox Sports.

O zagueiro pertence ao clube gaúcho e está cedido ao Rubro-Negro até dezembro de 2019. No contrato de renovação do vínculo com o Mais Querido, firmado no ano passado, consta a cláusula que cobra a compensação financeira pela escalação do Réver contra seu ex-clube.

O Flamengo enfrenta o Internacional na próxima quarta-feira, às 21h45, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro. Caso o Rubro-Negro utilize o jogador, a dívida aumenta para R$ 2 milhões.


Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Gilvan de Souza/ Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

LEIA TAMBÉM

> Junior Baiano é direto ao ser questionado sobre frustração na carreira: “Joguei no maior do Brasil”
> Berrío sofre entorse no tornozelo direito
> Flamengo divulga a parcial de vendas para apartida contra o Ceará
> Convocado, Cuéllar desfalcará o Flamengo em importantes partidas
> O que você pode fazer com seus IVI Token?
> Canal Barbaridade: Everton Ribeiro comenta golaços e amizade com Ricardo Goulart
> Deputado e sócio do Flamengo é acusado de usar o Flamengo em campanha para reeleição
> De olho na Fla TV: Flamengo retoma os trabalhos no Ninho do Urubu
> Flamengo divulga a parcial de vendas para a partida contra o Corinthians
> Lateral do Flamengo autoriza agentes a negociarem com o Fenerbahçe
> 21ª rodada, 41 pontos e 3º na tabela: o Flamengo segue dentro do planejamento para ser campeão?
> Não se acha o que se tinha

Compartilhar: