Compartilhar:

Aos 27 anos age feito uma criança. Se mete em problemas e precisa do guardião para zelar pelo seu bem.

Por Ricardo Moura, Twitter: @ricardomouraCRF

Menino…

Pobre menino rico.

Como você pode errar tanto?

Diz pra gente, como você consegue entrar em tanta furada assim?

Rico, famoso, talentoso…

Tem tudo que 90% dos meninos do Mundo queriam ter.

Só te falta uma coisa. Te falta cabeça.

Cabeça para escolher os amigos…

Cabeça para escolher os conselheiros…

Cabeça para entender seu tamanho…

Pobre menino rico.

Aos 27 anos dribla e marca gols, tudo feito homem grande.

Aos 27 anos age feito uma criança. Se mete em problemas e precisa do guardião para zelar pelo seu bem.

O maior talento do futebol brasileiro.

Cotado para levar a bandeira que já fora carregada por Pelé, Garrincha, Zico, Romário e Ronaldo.

A inteligência de Pelé, os dribles de Garrincha, o encantamento de Zico, o faro de gol de Romário. Faltou-lhe o carisma de Ronaldo.

neymar flamengo
Foto: Jonathan Campos / Agência Estado

Pobre menino rico.

Aos 18 era uma criança.

Aos 22 ingênuo.

Aos 25 um coitado

Aos 27 estampa páginas policiais.

Não foi melhor do Mundo. Não ganhou Copa. Não tem um time pra chamar de seu.

Com 27 anos deixa de ser solucão e vira problema.

Até quando vamos ver o mesmo filme.

Pobre menino rico.

A ele um conselho:

Nem sempre o seu amigo fala aquilo que você precisa ouvir. Se afaste de quem não sabe o teu tamanho.

E pra encerrar, família é família. Negócios são negócios.

Que fique claro, de uma vez por todas, se culpado for, que pague como o Zé da Esquina pagaria.

Se for inocente…POBRE MENINO RICO


Leia também

Compartilhar: