Compartilhar:
Gabigol e Everton Ribeiro: os dois têm as maiores médias do Flamengo na Bola de Prata 2018. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Mais tradicional premiação para o desempenho individual de jogadores no Campeonato Brasileiro — entregue desde a primeira edição, em 1971 — a Bola de Prata (antigamente concedida pela Placar e atualmente pela ESPN) tem três jogadores do Flamengo em sua seleção do campeonato no intervalo para a Copa América.

Na Bola de Prata, jornalistas que fazem parte do júri do prêmio concedem notas à atuação dos jogadores em todas as partidas. Os jogadores com as maiores médias em cada posição recebem o prêmio ao fim do campeonato. O jogador com a maior média geral recebe a Bola de Ouro.

Atualmente, o atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, artilheiro do campeonato, é o jogador mais bem colocado do Flamengo na disputa pela Bola de Ouro. Ele tem a quarta maior média geral do campeonato, 6,21, atrás de três jogadores do Palmeiras: o zagueiro Gustavo Gómez, o lateral-direito Marcos Rocha e o meia-atacante Dudu, que lidera a disputa. O artilheiro busca a sua segunda Bola de Prata consecutiva, já que, jogando pelo Santos, recebeu o prêmio de melhor centroavante no campeonato passado.

Além de Gabigol, também estão na seleção o zagueiro Rodrigo Caio (média de 5,97, segunda maior na posição, atrás somente de Gustavo Gómez) e o meia Éverton Ribeiro , líder da sua posição, com média de 6,12.

O Flamengo é o segundo time com mais integrantes na seleção, atrás somente do líder Palmeiras, que tem 6 (Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Felipe Melo, Bruno Henrique e Dudu). Completam a seleção o lateral-esquerdo Jorge, formado na base do Flamengo e atualmente no Santos, e o meia Cazares, do Atlético-MG.

Além dos três selecionados, o Flamengo ainda tem mais três jogadores entre os cinco primeiros em sua categoria: Diego Alves é o quarto melhor entre os goleiros; Renê, que ganhou o troféu no ano passado, está em quinto entre os laterais-esquerdos; e Willian Arão, já premiado pelo Flamengo em 2016, é o vice-líder entre os segundos volantes.

No ano passado, o Flamengo teve ao fim do campeonato dois integrantes na seleção da Bola de Prata: Renê e Lucas Paquetá.

Compartilhar: