Compartilhar:

A ótima atuação de Lucas Paquetá diante do Atlético-MG, sinaliza que as más atuações e as consequentes vaias vindas das arquibancadas do Maracanã podem ficar para trás. Em nenhum momento o jovem meia, que joga na base rubro-negra desde os 12 anos de idade, pareceu se magoar com a insatisfação do torcedor.

Aos 9 minutos da segunda etapa, logo após fazer o gol que deu números finais à partida deste domingo, correu para abraçar Matheus Sávio, amigo de muito jogos na base, que já estava no banco de reservas após mais uma vez fracassar sob as vaias da torcida. Sávio ainda é um xodó do diretor-executivo Carlos Noval, mas não consegue emplacar como profissional. Parece não superar o trauma do Nuevo Gasômetro. Diferente daquele que o abraçou.

Desde que as cobranças mais fortes começaram, Lucas Paquetá manteve-se calmo. Em todas as vezes que foi interpelado pela imprensa, mostrou naturalidade com a situação. Parece possuir um entendimento raramente visto nos jovens ricos e mimados do futebol atual. Ao dizer sempre com muita naturalidade que precisava trabalhar mais e que a torcida do Flamengo cobra porque gosta dele, Paquetá demonstra ter muito potencial mental: usa as adversidades como oportunidade de crescimento. Talvez daí derive sua ótima capacidade de adaptação tática.

Quem não conhece a torcida do Flamengo pode achar uma crueldade que ela cobre com sonoras vaias o melhor jogador na temporada – a promessa pretendida por Paris Saint-Germain e Barcelona, o artilheiro do Flamengo no Brasileiro 2018 com 7 gols, quem mais chuta a gol e o que mais gera expectativa de gol no Palpitômetro do MRN. O que o espectador desatento ou pouco familiarizado não sabe é que a torcida escolhe dois tipos de jogadores para pegar no pé: aqueles que nunca a darão alegria e aqueles que podem dar a ela todas as alegrias.

O escasso recurso dos gols de centravantes

Dourado foi o último centroavante do Fla a fazer um gol, na já distante vitória contra o Cruzeiro, em 12 de agosto. Uribe apenas marcou um tento, de pouca importância e na longínqua vitória de 4×1 sobre o fraco Sport, quando fez o quarto em falha clamorosa de Magrão no Maracanã. Lincoln é sabidamente talentoso, fez talvez o gol mais importante do ano, empatando o jogo contra o Grêmio. No entanto, o jovem de apenas 17 anos esperadamente oscila demais. E neste cenário de aridez artilheira, a tendência é que saia mais queimado do que aclamado.

+ TV MRN entrevista grupos políticos: saiba mais sobre o “Flamengo da Gente”

O gol decisivo neste domingo, diante do Atlético-MG, uma linda cabeçada forte e de difícil execução, candidata Paquetá a ser o novamente o camisa 9 improvisado do Mengo? Foi jogando dessa maneira na temporada passada que Paquetá se tornou xodó de Rueda e da torcida do Flamengo. Ontem novamente atuou mais avançado após saída do inócuo Henrique Dourado. O próprio Paquetá já disse gostar mais de atuar perto próximo da área rival. Talvez Paquetá de fato seja um falso 9, que pode criar e marcar. Jogador que qualquer time do mundo procura e a maioria se ressente ter.

Barbieri costuma usar Paquetá mais atrás, nesse 4-1-4-1 que é muito mais adequado para comportar Diego e Everton Ribeiro entre os titulares do que ser o esquema escolhido para o time vencer. Com obrigações defensivas e maior responsabilidade de saída de bola na transição, a versatilidade de Paquetá até fez dar certo durante boa parte do primeiro turno. Foi assim que o Fla parou para a Copa do Mundo na liderança do Brasileiro. O time, porém, tinha Vinicius Junior. Sem o encanto do fenômeno que rumou para o Real Madrid, a seca de gols começou a ser um drama rubro-negro, entre tantos outros.

Com os atacantes de área do Flamengo em péssima fase, Paquetá pode ser a solução para a seca de gols e “tirar” a vaga deles nos próximos e decisivos jogos? Barbieri acha que a opção é interessante e pode pintar já contra o Corinthians, no jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil. A realidade é que o talento de Paquetá superou as vaias e o craque volta a ser a solução para os problemas táticos de Barbieri.

Na TV MRN hoje

| 16h | Jornal do MRN – 24.09.2018: Flamengo vence Atlético-MG e as principais notícias do dia. Link da transmissão ao vivo:

Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn
 

LEIA TAMBÉM

> Que venha 2019
> Flamengo/Marinha goleia o Kindermann e avança no Brasileiro Feminino
> Sarau dos interinos

Compartilhar: