Compartilhar:

É hora de entrar para a história. Nesta quinta (27), às 20h, o Flamengo tenta se consagrar, mais uma vez, campeão carioca de basquete, em um duelo diante do Botafogo. O mando é do Alvinegro, que jogará em General Severiano, e contará com sua torcida exclusivamente. O Orgulho da Nação é o atual campeão da competição, tendo conquistado o titulo nas últimas doze ocasiões, o Mais Querido entra em busca do inédito tridecacampeonato do Estadual. O Rubro-Negro ainda segue invicto no torneio, com nove vitórias nos nove jogos disputados diante dos rivais cariocas, mantendo os 100% de aproveitamento na temporada.

O Botafogo tenta se reencontrar no confronto, após um primeiro jogo de altos e baixos, o rival carioca ainda tenta forçar o terceiro jogo. A equipe vinha em boa fase após eliminar o Vasco da Gama, vencendo a serie em 2 a 1, conquistando seu sexto triunfo na temporada, além das três derrotas, antes da serie final. Dos revezes do Alvinegro, dois foram sofridos para o Flamengo. No primeiro turno da competição, o Orgulho da Nação venceu jogando em General Severiano, por 67 a 57, com as equipes fazendo suas respectivas estreias no ano. No returno, no Tijuca Tênis Clube, o resultado se repetiu, vitória rubro-negra por 73 a 69.

O técnico Gustavinho comemorou o triunfo, e fez uma breve analise sobre o primeiro jogo da decisão: “Tivemos alguns momentos atípicos no Tijuca. Conseguimos abrir uma diferença de 22 pontos no primeiro tempo, coisa que não é normal entre Flamengo e Botafogo, nem em uma final de campeonato. Depois eles trouxeram para apenas cinco pontos no início do último período. Tenho que ressaltar a cabeça gelada e garra que tivemos para sair de uma situação difícil. Conseguimos nos recuperar no quarto final, o que é difícil no basquete. O emocional estava afetado, mas conseguimos frieza para abrir uma boa diferença e vencer o jogo”.

No último confronto, o FlaBasquete iniciou a partida de forma dominante abrindo uma vantagem de mais de 20 pontos ainda no primeiro quarto. Nos quartos seguintes, o Rubro-Negro decaiu de performance e viu o Botafogo colar no placar no inicio do último quarto, com uma diferença de cinco pontos no placar. David Nesbitt e Marquinhos apareceram com tranquilidade e decidiram a partida em 88 a 69, deixando o Mais Querido em vantagem para a próxima partida da decisão.

Um dos destaques da partida e recém chegado, Deryk, comentou sobre a finalíssima e projetou o próximo confronto: “Esse primeiro jogo foi digno de final. São dois times que querem muito ganhar. O Flamengo conseguiu lidar muito bem com a situação e imprimiu um ritmo forte na defesa. A vitória veio por isso. Já esperávamos um jogo intenso da forma que foi. Todos os jogadores queriam muito ganhar, passando do limite às vezes. Para o próximo jogo, precisamos esperar disso para cima. Mas estaremos prontos”.

 

Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Staff Images / Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

Compartilhar: