Compartilhar:

O Flamengo não deveria ter seu lucro diminuído por causa de gratuidades, meias, taxas e tudo mais que envolve jogar no Maracanã

 
Maracanã lotado, Massa Rubro-Negra empurrando o time e indo ao delírio com o retorno do ídolo Guerrero. Foi o cenário perfeito e que nem o mais pessimista dos Rubro-Negros pode negar. Assim que gostamos de ver o Flamengo.

Seja pelos motivos certos ou não, a redução nos valores cobrados e o bom momento vivido pelo time atraiu a Nação Rubro-Negra em peso ao Maracanã. E o público poderia ter sido maior, não fosse a incompetência da polícia em fazer o seu papel, sendo perdidos assim lugares preciosos para nossa torcida.

Esses são os números de Flamengo 2 x 0 Internacional:
Público Pagante – 55.283
Público Presente – 60.182
Renda – R$ 1.415.585,00
Preço médio do ingresso – R$ 25,60

De uma renda de R$ 1.415.585,00, o Flamengo (o que motivou 55.283 pessoas a comprarem o ingresso) ficará apenas com um valor em torno de R$ 300.000,00 (atualizando, segundo o borderô: R$ 186.000,00). Isto é não é justo. Ainda mais para pagar um alto custo de um Maracanã que foi reformado da forma que foi e com a licitação como foi.

Assim, como não é justo o clube arcar com gratuidades que deveriam ser arcadas pelo Estado.

Assim, como não é justo o clube ter que arcar com várias meias-entradas de falsos detentores desse privilégio e que o Estado não consegue fiscalizar.

A legislação vigente diz que “a concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis para cada evento”. Ocorre que diante da não fiscalização do Estado, o Clube deveria fazer este controle, mas deixemos isso para outro dia.

O importante que mesmo com todos os pesares, o clube ainda tem lucro ao reduzir os valores dos ingressos. Lembrando que de acordo com os últimos balanços, a renda com bilheteria não é das principais fontes do clube.

Sendo justo ou não, este é o preço que hoje o Flamengo pode pagar para ter de novo a Nação Rubro-Negra em peso no Maracanã, com aquela sinergia que empurra o time dentro de campo rumo as vitórias.

Saudações Rubro-Negras,


 

Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo

Quer ser apoiador do Mundo Rubro Negro? CLIQUE AQUI

Bruno Baesso é pai da Alice, escritor, poeta, advogado, fundador do grupo literário Los Burrachos e louco. Siga-o no Twitter: @BrunoCBB55
 

LEIA TAMBÉM

> Flamengo x Mogi: a vitória pela sobrevivência no NBB
> Para todos, para nós, Flamengo
> Flamengo 2 x 0 Internacional | Um time em nítida evolução
> Em 1992, o Inter deixou o Fla chegar
> O ídolo Ronaldo Angelim participará de dois grandes eventos da Embaixada Nação Rubro-Negra Sergipe
> Flamengo x Mogi: agora com apoio da Nação
> Flamengo estuda levar estrutura provisória da Ilha do Urubu para a Gávea
> Ponte Preta 0 x 1 Flamengo | Um time tentando se entender
Ainda falta muito

LEIA MAIS NO BLOG VIVENDO O FLAMENGO

> E que pipoquem os gols rubro-negros…
> Tua glória é lutar
> E começa o Campeonato Brasileiro 2018…
> A tão esperada estreia na Copa Libertadores da América 2018
> A barca rubro-negra
> Apatia que incomoda
> Mudanças no futebol rubro-negro
> Ajuste fino e coragem contra a tendência de começar tudo do zero
> É hora de acordar
Um time forte em quatro atos

Compartilhar: