Compartilhar:

Minha seleção veste rubro-negro e disputa a Copa Libertadores da América, o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

 
Desde a Copa de 2006 para cá, meu interesse pela Seleção Brasileira a cada dia que passa diminui, a ponto de não demonstrar qualquer tipo de empolgação com a Seleção da CBF, como a chamo ultimamente.

O interesse que tinha diminuiu ainda mais depois do tweet abaixo do Diogo Almeida:

A primeira parte do tweet, é exatamente o que eu via e penso. Diego estava tentando ser o ritmista, termo utilizado pelo próprio Tite. Estava buscando o jogo lá atrás, entre os zagueiros, querendo ser o meia de saída que tanto o Tite queria que ele fosse.

Com isso, o futebol do Camisa 10 da Gávea desapareceu e o Flamengo foi prejudicado, pois não contou com o futebol de um dos seus principais jogadores.

Há alguns jogos, Diego não jogava como vem jogando nos últimos jogos. E reparem que o futebol dele cresceu justamente quando voltou a jogar próximo da área.

O que comprova isto, são os gols de Diego desde que chegou ao Flamengo, no total são 30 e distribuídos da seguinte maneira: 18 gols dentro da área; 6 gols em cobrança de pênalti; 4 gols em cobrança de falta e 2 gols de fora da área.

Ou seja, dos gols com bola rolando (20 gols), 90% foram feitos dentro da área.

Voltando ao tweet do Diogo Almeida: “Não é correto brincar com um sonho imenso assim”. Depois de ler essa frase, tudo o que o Diego falou na quinta-feira após a vitória diante do Bahia fez todo o sentido.

Se o Tite fosse esse bom moço que todos da imprensa fazem questão de falar, Diego com certeza estaria entre os 23 jogadores da seleção da CBF na Copa do Mundo 2018.

Infelizmente não tenho o bom coração do Diego, que ontem declarou que irá torcer pela Seleção da CBF. Nesta Copa do Mundo irei assistir as partidas sem qualquer emoção, pois a minha seleção veste rubro-negro e disputa a Copa Libertadores da América, o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

E agora sim com um verdadeiro camisa 10 da Gávea. Diego continuo com o brilho nos olhos e sonhando em Rubro-Negro.

Saudações Rubro-Negras,
 

Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo

Quer ser apoiador do Mundo Rubro Negro? CLIQUE AQUI

Bruno Baesso é pai da Alice, escritor, poeta, advogado, fundador do grupo literário Los Burrachos e louco. Siga-o no Twitter: @BrunoCBB55


 

LEIA TAMBÉM

> Como Tite e a seleção podem ter ajudado o Flamengo a chegar ao hepta
> Flamengo 1 x 0 Corinthians: vitória da genética rubro-negra
> A Base veio forte. E agora?
> É muito difícil praticar futebol profissional no Rio de Janeiro, sobretudo no Maracanã
> Flamengo e os rivais cariocas – Evolução e reposicionamento
> Liderança
> Flamengo 2 x 0 Bahia: consolidação de ideias e aplicação de conceitos
> Análise do jogo – Flamengo 2 x 0: Segue o líder!
> Vinicius Junior, Paquetá e o resgate do torcedor que joga

LEIA MAIS NO BLOG VIVENDO O FLAMENGO

Em defesa do Flamengo
Injustiça da Justiça
Pagando para ver…
> Pagando para ver…
> E que pipoquem os gols rubro-negros…
Tua glória é lutar
E começa o Campeonato Brasileiro 2018…
A tão esperada estreia na Copa Libertadores da América 2018
A barca rubro-negra
Apatia que incomoda
Mudanças no futebol rubro-negro

Compartilhar: