No dia 20/08/2018, chegou ao fim o 1º turno do Campeonato Brasileiro, não da forma que nós Rubro-Negros esperávamos, com o Flamengo na liderança, mas o time segue vivo na briga pelo tão sonhado heptacampeonato.

No fim deste 1º turno, cabe uma reflexão sobre o que podemos melhor para alcançar o título.

Concordo com a projeção feita pelo Barbieri, de que o Flamengo deve ao menos repetir a pontuação do 1º turno para que tenha grandes chances de ser o campeão ao final da 38ª rodada.

Assim, o Flamengo faria 74 pontos, escore suficiente para campeões brasileiros. O Corinthians campeão em 2017, fez 72 pontos, e o Flamengo, em 2009, ergueu o troféu com apenas 67 pontos.

Leia também: 7 fatos que explicam porque Cuéllar é querido pela torcida do Flamengo

Visando um melhor aproveitamento no returno, acredito que o Flamengo não pode cometer os mesmos erros do turno, que são:

– Deixar de ganhar de todos adversários mais fracos;
– Perder em casa para adversários diretos;
– Não escalar os melhores jogadores;
– Não apresentar variação tática.

Deixar de ganhar de todos os adversários mais fracos

Primeiro, deve ficar claro que o conceito de “adversários mais fracos” não está ligado à tradição do time, mas ao futebol apresentado nesta temporada.

O candidato ao título deve ganhar todos ou quase todos os jogos fáceis. Com isso manterá a regularidade e poderá se dar ao direito de empatar ou até mesmo perder alguns confrontos com os concorrentes diretos.

O Flamengo empatou com Vitória, Vasco e Santos, perdendo 6 pontos ao todo nesses confrontos.

O Flamengo perdeu para Chapecoense, Grêmio reserva e Atlético-PR, perdendo nesses 3 jogos, 9 pontos.

São 15 pontos em jogos fáceis que o deixariam em 1º lugar com uma pontuação de 52 pontos. E permitiria ter perdido para o São Paulo e ao fim da 19ª rodada ostentar uma diferença de 11 pontos para o time paulista.

Vejamos a classificação atual de 5 destes 6 times acima citados: Santos em 13º, Chapecoense em 14º, Vasco em 15º, Vitória em 17º e Atlético-PR em 18º. O Flamengo perdeu 12 pontos para times que estão entre os 8 últimos colocados na tabela de classificação.

Além disso, o Rubro-Negro perdeu para o time reserva do Grêmio, um revés que em hipótese alguma um postulante ao título poderia ter sofrido.

Perder em casa o jogo contra o vice-líder da época

O time que pretende disputar o título, além de ganhar os jogos fáceis, tem por obrigação ganhar alguns jogos-chave, como o Flamengo fez ao ganhar do Atlético-MG em Belo Horizonte.

No jogo contra o São Paulo, uma vitória seria fantástica e com ela o Flamengo teria ampliado a sua vantagem de 4 para 7 pontos, o que hoje o colocaria com 40 pontos e com 2 pontos de vantagem para São Paulo e Internacional.

Percebam como este foi sim o jogo chave do turno, mesmo com todos os pontos perdidos em jogos fáceis no turno.

Não escalar os melhores jogadores

O Flamengo peca por ser um time onde os jogadores não são escalados por meritocracia. O melhor exemplo do que digo é a escalação do Réver.

Outro exemplo foi a escalação de Vitinho e não de Marlos Moreno contra o Grêmio reserva, mesmo com o bom futebol apresentado pelo atacante colombiano no jogo anterior.

Do mesmo autor: Em defesa do Flamengo

A escalação dos melhores jogadores é essencial para o melhor rendimento do time e tem influência direta no fraco rendimento pós Copa do Mundo.

Não apresentar variação tática

O Flamengo não apresenta variação ao esquema 4-1-4-1, mesmo não contando com os mesmos jogadores que tinha antes da Copa do Mundo.

Claro que o time não pode mudar completamente a forma de atuar, mas deve mudar dependendo do adversário ou da dificuldade encontrada durante a partida. Dá para variar o esquema mesmo sem mudar os jogadores escalados, o que é muito útil no decorrer das partidas.

Com a parada para Copa do Mundo, era óbvio que o Flamengo líder e com o melhor futebol apresentado até então, seria o time a ser batido. Todos os técnicos estudariam formas para vencê-lo.

Mesmo com Barbieri afirmando que o Flamengo treinou outras formas de jogar, isso não se mostrou efetivamente em nenhum um jogo pós-Copa, com exceção ao segundo jogo contra o Grêmio pela Copa do Brasil.

Barbieri parece realmente ser um técnico estudioso. Torço para que ele não se perca em suas convicções. No entanto, é preciso coragem mais do que apenas estudo para colocar em prática alternativas que façam o Flamengo render melhor com os jogadores atuais do elenco.

Mesmo com o clima negativo por conta dos últimos resultados, mantenho a confiança. Bata que haja a consciência dos erros apresentados no primeiro turno e que eles sejam cometidos em menor número já diante do fraco Vitória, na abertura deste returno.

E que ao final da 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018 a Nação possa comemorar aos gritos de heptacampeão.

Saudações Rubro-Negras,


Bruno Baesso é pai da Alice, escritor, poeta, advogado, fundador do grupo literário Los Burrachos e louco. Siga-o no Twitter: @BrunoCBB55
 

Imagem destacada no post e redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

LEIA TAMBÉM

> “Sofrimento pouco é bobagem”: Reikrauss e sua análise bem-humorada de Atlético-PR 3 x 0 Flamengo
> Com força máxima, Flamengo enfrenta o Vitória no Maracanã
> 7 fatos que explicam porque Cuéllar é querido pela torcida do Flamengo
> Flamengo divulga a parcial de vendas para a partida contra o Vitória
> Dinheiro, boleto bancário e o IVI Token
> Torcida do Flamengo mantém liderança na média de público no Brasileirão
> Ainda não conhece o novo time do FlaBasquete? Então conheça as mudanças para a nova temporada
> Cuéllar nega interesse em deixar o Flamengo
> Irreconhecível
> Flamengo divulga a parcial de vendas para a partida contra o Vitória
> Como os craques brilham
> Flamengo 1 x 0 Grêmio: entendimento e adaptação sem abandono de convicções
> Com classificação contra o Grêmio, Flamengo garante prêmio milionário e se aproxima da taça de R$ 50Mi
> Presidente do Flamengo oficializa candidatura a deputado federal

LEIA MAIS NO BLOG VIVENDO O FLAMENGO

> A tristeza de um até logo
> Cancelem a Copa
> Em defesa do Flamengo
> Injustiça da Justiça
> Pagando para ver…
> Pagando para ver…
> E que pipoquem os gols rubro-negros…
> Tua glória é lutar
E começa o Campeonato Brasileiro 2018…
> A tão esperada estreia na Copa Libertadores da América 2018
> A barca rubro-negra
> Apatia que incomoda
> Mudanças no futebol rubro-negro