Compartilhar:

Com 1.82 de altura, o atacante foi contratado pelo Flamengo por ter ótimo poder de finalização 

Bruno Vicente

Recém-contratado pelo Flamengo, junto ao América-MG, o atacante Mateus Lima, conhecido como Matheusão, fez jus a fama de artilheiro e já balançou as redes com o Manto Sagrado. O feito aconteceu, na quarta-feira (08), no empate em 1×1 com o Red Bull Brasil, pela Nike Premier Cup, categoria Sub-15. Apesar do gol do atacante, os Garotos do Ninho não fizeram uma boa campanha e estão eliminados da competição.

Matheus passou a integrar o elenco de base rubro-negro no último dia 29 de abril. Natural de Minas Gerais, o atleta chama a atenção por conta do 1.82 de altura, pouco comum para um jovem de 15 anos. De acordo com o Departamento de Futebol de Base do Flamengo, a contratação do atacante se deu pela demonstração de um ótimo poder de finalização e bom posicionamento dentro da área.

Matheusão segue um caminho parecido com o do, também centroavante, Felipe Vizeu, que apesar de ter nascido na cidade de Três Rios, no Rio de Janeiro, foi criado em Minas Gerais. Em Minas, o garoto que em sua passagem pelo Mengo conquistou o carinho dos flamenguistas, da mesma forma atuou pelo Coelho antes de desembarcar na Gávea.

Na época com 16 anos, Vizeu também demorou pouco para marcar com a camisa do Fla. Logo em sua segunda partida, uma semana após sua chegada, o centroavante vazou a meta do Internacional por duas vezes. Os gols foram responsáveis por dar a classificação em cima dos colorados na Copa do Brasil Sub-17.

Outro ponto em comum entre os dois são as constantes convocações para as seleções de base do Brasil. Enquanto Vizeu era figura sempre presente na Seleção Brasileira Sub-20, em diversas competições internacionais, o atacante Matheusão também é frequentemente convocado para vestir a camisa amarelinha, pelo Sub-15.

Eliminação

Mesmo com o gol de Matheusão, o time da Gávea não apresentou um bom desempenho durante a competição e abandonou o sonho do bicampeonato. Em três jogos, os garotos foram derrotados por 2×0 pelo São Paulo e empataram duas vezes em 1×1 com Grêmio e Red Bull Brasil, respectivamente.

No ano passado, o título rubro-negro veio em uma final equilibrada contra o São Paulo. Na oportunidade, após empate em 1×1, no tempo normal, os Garotos do Ninho foram mais eficientes e conquistaram a vitória por 3×2 na disputa de pênaltis.

Créditos da imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Você pode contribuir com o nosso projeto:

Via Paypal:

Via Transferência Bancária:

Banco do Brasil:
Agência 3652-8
Conta Corrente 43937-1

Compartilhar: