Compartilhar:

Erick Viana, da equipe MRN Informação

O Flamengo enfrentou há pouco a Elite NBA G-League, uma equipe formada pelos melhores jogadores da G-League, sendo como uma seleção da liga. A partida aconteceu na Antel Arena, em Montevidéu, no Uruguai, assim como todos os jogos da pré-temporada no país: o torneio amistoso NBA G-League International Challenge. A partida foi 87 x 83 para os estadunidenses, que se classificaram para a final do torneio, marcada para amanhã (22), às 18h30 (Horário de Brasília). O adversário será o Bayern de Munique, da Alemanha, que ganhou com autoridade por 76 x 58 da Elite da Liga Uruguaia.

Antes da partida do Mais Querido, a parte física e atlética de seu rival foi bastante destacada, enquanto os talentos individuais foram enaltecidos do lado Rubro-Negro. E o destaque se justificou em quadra, com um jogo intenso imposto pela Elite, e decidido em detalhes. Os brasileiros começaram com Franco Balbi, Zach Graham, Marquinhos, Olivinha e Rafael Mineiro no quinteto titular. Com a derrota, Fla enfrentará a Elite Liga Uruguaia na decisão de terceiro lugar amanhã, às 16h, antes da grande final.

O jogo

O primeiro quarto começou bom para os cariocas. Com chuva de três, Marquinhos abriu o placar do jogo, seguido por Zach Graham, e o Orgulho da Nação fazia 6 x 0. Com assistência de Franco Balbi, Mineiro fazia dois pontos na sequência: 8 x 2. Após mais dois pontos de Marquinhos, foi a vez de Jhonatan dar passe para Rafa Mineiro, que botou 12 x 3 no placar para o Mengão. No entanto, o forte time americano soube reagir. Acordando no jogo e aumentando o ritmo, os adversários empataram a partida e o primeiro quarto encerrou com 14 x 14 no placar eletrônico.

No segundo quarto, o pivô Léo Demétrio entrou bem e fez quatro pontos em duas cestas seguidas, mas a equipe da G-League vencia por 20 x 18. O jogo se mostrou cada vez mais acirrado, e Balbi virou para 21 x 20 em bela cesta de três pontos, que fez o rival pedir tempo. Em mais uma boa jogada do argentino, Demétrio botou mais dois no placar, e em seguida, com a partida lá e cá, o Mengão sofria pontos e fazia. Duas jogadas de efeito dos flamenguistas vieram: três pontos de Olivinha, e linda enterrada de Mineiro, que ainda sofreu a falta.

Com pedido de tempo de Gustavinho, o placar marcava 28 x 28 há pouco mais de quatro minutos do fim. A partida ficou mais pegada e os lances livres começaram a aparecer ainda mais, e faltando menos de dois minutos para o fim do primeiro tempo, o Fla perdia por 35 x 33, e a diferença só aumentou. O clube da Gávea não saiu desse número e foi para o intervalo com derrota parcial por 41 x 33.

Na volta do intervalo, Rafael Mineiro fez a primeira cesta do segundo tempo; e ela foi de três, diminuindo a diferença para cinco pontos. Com lances livres de Graham e dois pontos de Olivinha, a equipe de Gustavo de Conti igualou o marcador por 41 x 41. O Mengo voltou com muita intensidade, e a boa atuação de Mineiro anunciava 49 x 45 no placar após linda jogada que culminou em dois pontos e falta, com lance livre convertido. Com bom aproveitamento na linha de lance livre e cesta de três de Marquinhos no estouro do cronômetro, o FlaBasquete encerrou o terceiro quarto vencendo por 66 x 60.

No quarto final o enredo desandou. A equipe dos Estados Unidos abriu a parcial de 9 x 0 no período, e virou o placar para 69 x 66. Quando Zach Graham fez de três há cinco minutos do fim, o técnico adversário pediu tempo, e o basquete Rubro-Negro ainda perdia por 72 x 69. Aos poucos o atual campeão do NBB tentava chegar, e os lances livres de Jhonatan e Graham mantinham o time há três pontos de diferença.

Faltando três minutos, a equipe do técnico Gustavo perdia por 79 x 74, mas o lindo passe de costas do armador argentino Franco Balbi para a cesta de dois de Marquinhos deu esperança, e encurtou a diferença para três pontos novamente: 81 x 78. Apareceu então o Deus da Raça Rubro-Negra do basquete. Olivinha conseguiu dois pontos e a falta, que foi convertida, diminuindo o placar para 84 x 83, há 45 segundos do fim. Mas o jogo foi decidido no detalhe, e o clube do Rio de Janeiro perdeu por 87 x 83 para o físico da Elite G-League.

Destaques

Os destaques positivos do lado carioca foram Marquinhos, com 24 pontos, seis rebotes e cinco assistências. O Ala voou, assim como o Pivô Rafa Mineiro, que deixou 17 pontos e oito rebotes em quadra, enquanto Graham fez 15 pontos.

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar: