Compartilhar:

Vaiar Vitinho, Arão e Diego aparentam uma crítica reprimida em decorrência de boas atuações desses jogadores. Aí, quando surge uma brecha…

Ricardo Martins


 

A quarta rodada do Brasileirão começa a dar forma ao cenário previsível de um campeonato de pontos corridos. Como existem competições paralelas, o componente financeiro pode fazer a diferença. A qualidade do elenco, aliada a uma estrutura de profissionais de ponta na área clínica com suporte da tecnologia, certamente é um diferencial favorável a obtenção dos melhores resultados.

Antes do jogo contra a Chape li muitas críticas, que exigiam que colocássemos em campo a força máxima do Flamengo. Ocorre que a maior demonstração de força está na capacidade de girar o time. Lembro que logo no início do ano muitos se irritavam ao ver Léo Duarte no banco de reservas. E olha que disputávamos o Campeonato Carioca! E pergunto, como identificaremos o potencial do jogador para ser utilizado se ele não entra em campo?

Ficamos muitas vezes pedindo a contratação de jogador, quando muitas vezes ela existe oriunda da própria base? Foi assim com o lateral Jorge, que hoje serve a Sampaoli no Santos. Sampaoli que desejava ter o nosso Ronaldo, que vem recebendo, e aproveitando, seguidas oportunidades. Lincoln e outros jovens atletas.

Mesmo assim a crítica é enorme. Lembro de um rubro-negro que chama os jovens das categorias de base de “latas da casa”. Injusto! Isso ajuda em que? As vaias de nossa torcida começam cedo, concordam? O problema é que esperam que o clube consiga revelar um Zico por ano? O futebol não é composto só de grandes craques, muito pelo contrário, a maioria sabe jogar bola e aprende a ser jogador profissional.

Os favoritos ao título, em uma competição por pontos corridos, obviamente são as agremiações com maior investimento. Não por acaso essas equipes disputam a Taça Libertadores da América seguidamente. Aí arrecadam mais. Ou seja, todos queremos ser campeões, mas talvez isso não seja de imediato. A repetição aumenta a probabilidade de ser campeão. É o rio correndo para o mar…

Por isso há que se ter paciência. Os títulos devem vir naturalmente, e não por acaso. As conquistas são derivadas do trabalho e da cumplicidade de jogadores, comissão técnica, diretoria e do apoio incondicional da Magnética.

Abel pode cometer muitos erros, mas rodar o time não é um deles. Poupar contra a Chape foi correto. Há muito mais em jogo no confronto com o Corinthians do que a rivalidade. Existe uma gorda recompensa financeira por avanço na Copa do Brasil. Mostramos a força do nosso elenco escalando um time misto. Thuler, Trauco, Ronaldo, Piris da Mota, Diego, Berrío e Vitinho seriam titulares em quase todas as equipes da Série A do Campeonato Brasileiro.

E para os “Garotos do Ninho” tudo fica mais fácil para entrar em uma situação rotineira, do que entrar na fogueira tendo que resolver tudo. Não temos apenas 11 titulares. O Flamengo 2019 tem um elenco muito forte, quando comparado as temporadas recentes. E melhor, ainda procura reforços pontuais em setores carentes, que todos sabem quais são.

Entendo que a vaia é um direito. Porém, vaiar jogador durante a partida é tiro no pé. E sejamos justos, vaiar Vitinho, Arão e Diego aparentam uma crítica reprimida em decorrência de boas atuações desses jogadores. Aí, quando surge uma brecha, logo surgem as vaias e ofensas.

Vamos ver o que aconteceu na quarta rodada do Brasileirão?

 

Flamengo 2×1 Chapecoense

Debaixo do forte calor do Rio de Janeiro, até que as equipes fizeram um jogo interessante. A Magnética deu mais um show! Mais de 61.000 presentes.

O Flamengo começou em alta velocidade, com Vitinho em dia inspirado. O time entrou em campo com os nomes das mães dos atletas estampados nas camisas, exceto para Diego Alves, por causa da inobservância de que o uniforme do goleiro jamais poderia ser verde, cor tradicional do adversário.

Me agradou muito a sequência de toques de primeira, que envolveram a marcação da Chape. Isso, ao contrário do que dizem alguns, demonstra entrosamento. Essa é a vantagem do suposto time reserva jogar constantemente. O gol do Flamengo saiu rapidamente, o que ajudou muito diante da expectativa de uma partida desgastante em decorrência da temperatura. E que gol! Um passe espetacular de trivela do Trauco para o Vitinho, que fez o que sabe…

Trauco é muito habilidoso. Além do domínio de bola ele acerta muitos passe, cruzamentos, ou seja, assistências são habituais para esse jogador. Muitos perguntam o porquê dele não ser titular. Por que talvez a posição dele não seja a de lateral. Naquela posição ele é uma avenida tão grande quanto Rodnei. Para ser escalado como lateral esquerdo, Trauco depende de um suporte constante dos volantes. Como a temporada é longa, Trauco será titular em vários jogos.

O Flamengo poderia ter feito o segundo gol, mas Diego bateu mal e permitiu ao seu xará, goleiro da Chape, se consagrar. Bem, na entrevista coletiva pós-jogo, Abel falou que Diego treinara faltas, com ótimo aproveitamento (4 gols/6 batidas), mas que Trauco e Vitinho foram os que treinaram as batidas de pênalti. Então foi incoerente Diego ter assumido a cobrança. Ele mesmo já admitiu que bateu mal.

flamengo chapecoense brasileirão 2019

Ronaldo cabeceia. Boa atuação dos Garotos do Ninho contra a Chape. Foto: Alexandre Vital / Flamengo.

Sorte que no segundo tempo Lincoln fez um gol de centroavante-centroavante em um cruzamento de Ronaldo. A forma rápida como foi executada a jogada no fundo impediu que o goleiro se antecipasse. Um gol dos pratas da casa! Ronaldo é o substituto imediato de Arão. Piris da Mota é o reserva natural de Cuéllar. Quem pede que a dupla de volantes do Flamengo seja Cuéllar e Piris da Mota, não entende como o Flamengo joga…

O jogo poderia ter sido mais fácil. A diferença técnica entre as equipes é enorme. Mas aí, talvez pela tentação de tirar o pé, nós sofremos perigo em duas situações. Até que Thuler, que fazia uma partida impecável, em um cruzamento em que estava sozinho, concedeu um escanteio desnecessário. Na sequência, o próprio Thuler perdeu a disputa aérea. Coisas do futebol. Ainda bem que não vaiaram. Tá na hora de começarmos a julgar o conjunto da obra e parar de crucificar jogador por lances individuais.

Flamengo está gigante nessa temporada. Nossos adversários sabem disso, mas nós teimamos em nos sabotar. Até quando vamos vaiar nossos atletas? Isso é constrangedor…

 

DEMAIS JOGOS DA QUARTA RODADA

 

Fluminense 0 x1 Botafogo

O Botafogo venceu o jogo e ficou bem na tabela. Para um time modesto é uma façanha. Já o Flu contou com o apoio da torcida, mesmo após a derrota. A imprensa também adora o treinador Fernando Diniz. A expectativa em relação a esses times é que lutem por se distanciar da Zona de Rebaixamento.

 

Corinthians 0x0 Grêmio

Nem sei se o resultado foi justo. Mas desde o campeonato paulista que todas as bolas na mão, ou mão na bola, não são marcadas contra o time paulista. O esquema tático de Carili é feio, mas a equipe é difícil de ser superada. O Grêmio segue sem vencer na competição.

 

Goiás 2×1 Ceará

Jogo típico da segunda página da tabela. Times tem que jogar mais para almejar algo diferente da fuga do rebaixamento.

 

Internacional 3×1 Cruzeiro

A equipe colorada mais uma vez demonstrou a força de seu estádio. Faz uma campanha boa na Liberta e também no Brasileirão. Fora de Porto Alegre é outra coisa. Já o Cruzeiro dá mostras de suas limitações. Creio que há problemas sérios em termos clínicos. O elenco não é tão forte quanto os demais favoritos ao título.

 

Atlético Mineiro 0x2 Palmeiras

Jogo sem transmissão da TV em função da ausência de acordo com o clube paulista. Mas o resultado aponta duas coisas: o favoritismo do Palmeiras e a situação real do Galo nessa temporada. Vejamos como se comportarão na sequência dos próximos jogos.

 

Santos 3×0 Vasco

Além de ser envolvido pelo adversário, o Vasco ainda contou com o preciosismo pós VAR. A equipe carioca ficou muito nervosa, situação refletida na melancólica atuação do goleiro Sidão. Pra piorar, a torcida presente ao estádio começou a gritar o nome do goleiro do Vasco. Tal fato influenciou diretamente na votação do sítio globoesporte.com. O constrangimento que se seguiu, com a nomeação de Sidão como o Craque da Galera, só serviu para piorar as coisas. O fundo do poço parece não ser o fim para o Vasco, que possui apenas um ponto na tabela. Alguns dizem que Luxa já se demitiu…

 

Fortaleza 0x1 São Paulo

Após a bonita homenagem a Rogério Ceni, o jogo foi a vera. Mas o resultado, a meu ver, não refletiu o que foi o jogo. O empate talvez fosse mais justo. Mas, mais uma vez, justiça é uma coisa que não combina com futebol.

 

Avaí 0x0 CSA

Fico aqui pensando com os meus botões, como assistir a uma partida dessas? Com todo o respeito, o que desejam essas equipes na primeira divisão? Qual o objetivo de cada uma delas?

 

CAP 1×0 Bahia

Como é forte o CAP em seus domínios. Ouvi críticas em relação ao gramado. O Bahia é uma time difícil de ser batido.

 

***

Agora é Copa do Brasil! Espero que o Flamengo faça com o Corinthians no futebol o que fez no basquete: vençamos todas as partidas!

Cordiais Saudações Rubro-Negras!

 

 


Você pode contribuir com o nosso projeto:

Via Paypal:

 

 

Via Transferência Bancária:

Banco do Brasil:
Agência 3652-8
Conta Corrente 43937-1

Compartilhar: