Compartilhar:

Após conquistar três importantes pontos fora de casa contra o Corinthians, o Flamengo ganhou novo fôlego na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Atual terceiro colocado, o Rubro-Negro está a apenas quatro pontos do líder Palmeiras – adversário que ainda enfrentará no segundo turno – e a um do vice-líder Internacional.

Agora, o técnico Dorival Júnior tem uma semana de trabalho no Ninho do Urubu antes do próximo compromisso pela competição nacional: o clássico contra o Fluminense. O período será importante para o comandante rubro-negro dar prosseguimento aos ajustes e mudanças que têm feito desde seu retorno.

O meio de campo rubro-negro

O primeiro desafio é na montagem do meio de campo. Ausente nos dois jogos do Flamengo sob o comando de Dorival Júnior, por conta de uma lesão, Diego Ribas pode retornar no clássico do próximo sábado. Entretanto, o meia não vive seu melhor momento e o time não sentiu a ausência do experiente jogador. Pelo contrário, alguns companheiros até subiram de produção.

Foto: Equipe de comunicação/ Flamengo

Nesta segunda-feira, Diego realizou trabalho específico na academia

É o caso de Lucas Paquetá. Deslocado para perto da área adversária, o Garoto do Ninho reencontrou o bom futebol e foi determinante na última vitória rubro-negra. Até mesmo o questionado Vitinho conseguiu se destacar no jogo, dando claros sinais de que está recuperando a confiança.

Outro que está aproveitando as oportunidades é Willian Arão. Em crescente no elenco, o camisa 5, que por muito pouco não foi vendido no meio da temporada, tem sido importante peça na proteção da defesa – embora tenha sido responsável por uma falha no jogo contra o Corinthians que quase resultou em gol do adversário. Com ele em campo, o volante Gustavo Cuéllar fica menos sobrecarregado na marcação. Arão também é eficiente como elemento surpresa no ataque – como aconteceu no gol contra o Atlético Mineiro -, e em jogadas aéreas.

Dorival, porém, deixou claro em sua última coletiva que conta com Diego. “Quando estiver recuperado, jamais vou descartá-lo. É um dos principais jogadores”, afirmou. Aí começa o problema: para o camisa 10 voltar, quem sairá do time?

Fim do rodízio de centroavantes?

A maior indefinição no time titular do Flamengo está no ataque. Desde o final da temporada passada, quando Paolo Guerrero foi suspenso por dopping, nenhum centroavante conseguiu agarrar a vaga por completo. O problema ficou ainda mais agravado com a seca de gols dos jogadores da posição. A última vez que um “camisa 9” rubro-negro balançou as redes foi no dia 12 de agosto: Henrique Dourado aproveitou passe de Éverton Ribeiro e decretou o 1 a 0 diante do Cruzeiro. Este gol completa 2 meses na próxima sexta-feira.

Para dar fim ao jejum e ao incômodo rodízio de centroavantes, o técnico rubro-negro está apostando suas fichas em Fernando Uribe. O colombiano goza da confiança do comandante, que inclusive chegou a pedir sua contratação num passado não tão distante.

— Coincidentemente, eu indiquei o Uribe a um clube que eu estava há algum tempo. Ele veio para o Flamengo, e eu já o acompanhava — destacou Dorival em coletiva no Ninho do Urubu.

Com continuidade e paciência, o treinador acredita que o atacante dará o retorno técnico que o clube e a torcida tanto esperam.

Busca pelo equilíbrio

Embora Dorival Júnior tenha comandado o Flamengo em apenas dois jogos, já é possível ver uma mudança de postura na equipe. “Essa passividade parece que foi quebrada, mesmo no jogo contra o Bahia. Equipe vibrante, agressiva, guerreira”, destacou o técnico após a última vitória.

A passividade citada por Dorival já foi alvo de muitas críticas dos torcedores. Por vezes, o Flamengo mantinha a posse de bola, mas não conseguia transformar o domínio em gols. Alguns chegaram a chamar o time de “arame liso”. Curiosamente, o jogo contra o Corinthians foi apenas o terceiro no Campeonato Brasileiro onde o Rubro-Negro terminou com menos posse de bola do que o adversário (47%). Mesmo assim, a equipe finalizou doze vezes e fez três gols. Agora, o grande desafio do treinador é manter esta intensidade sem perder o equilíbrio.

Definição nas laterais

Outra interminável novela no Flamengo diz respeitos aos laterais. Na direita, Pará foi titular nas duas partidas comandadas pelo técnico e não comprometeu, largando na frente na disputa com Rodinei, que já vinha amargando a reserva antes mesmo do técnico Maurício Barbieri ser demitido. O reserva, porém, entrou nos minutos finais do último jogo e conseguiu mostrar seu cartão de visitas, dando uma boa assistência para Renê fazer o terceiro gol rubro-negro.

No lado esquerdo, a situação não é tão clara. No duelo contra o Bahia, o técnico optou pelo Trauco. Já no jogo seguinte, após um melhor contato com seus novos comandados, Dorival optou pelo Renê. Como o peruano está com a seleção para os amistosos contra Chile e Estados Unidos, os desdobramentos desta disputa só serão vistos após sua reapresentação. Até lá, o piauiense segue na equipe titular.

Sistema defensivo

Atualmente, o Flamengo não é vazada há dois jogos. A recuperação da solidez do sistema defensivo rubro-negro pode ser um dos grandes trunfos na busca pelo hepta. No primeiro turno, quando liderava a competição com folga, a equipe chegou a ficar 7 jogos sem sofrer gols.

Recuperação de jogadores em baixa

Na reta final do Campeonato Brasileiro, o Flamengo precisa extrair o máximo do seu elenco, inclusive dos jogadores em baixa. O comandante rubro-negro está fazendo este trabalho com Vitinho e Geuvânio. O primeiro mostrou melhor rendimento no último jogo e o segundo voltou a entrar em campo após mais de um mês “esquecido” – Dorival Júnior trabalhou com o atacante no Santos e gosta do seu futebol. Outro que pode crescer dentro do elenco nas próximas rodadas é o colombiano Orlando Berrío, recém-recuperado de lesão.

O clássico contra o Fluminense, válido pela 29 ª rodada do Campeonato Brasileiro, acontece no próximo sábado (13), às 17 horas, no Maracanã.


 

Foto de divulgação: Gilvan de Souza/ Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

Leia também

> Flamengo x Fluminense: locais, datas e horários para compra e troca de ingressos

> O Flamengo nasceu do Fluminense? Saiba a resposta neste papo entre pai e filho

> Candidatura de Ricardo Lomba pode ser impugnada

> Flamengo/Marinha soma seus primeiros pontos no Carioca Feminino 2018

> Flamengo vence Corinthians e quebra dois incômodos tabus em São Paulo

> Afirmação de Rueda escancara erro de planejamento do Flamengo para 2018

> Flamengo e Gávea: Futebol Feminino segue invencível no estádio em 2018

> Autoajuda

> Que venha 2019

> “Remontadas” – A ressurreição dos moribundos

Compartilhar: