Compartilhar:

Por Diogo Almeida. Twitter: @DidaZico

A eterna maratona de jogos do Flamengo chega a setembro precisando lidar com mais o agravante da data-Fifa. A CBF não previu paralisação e os jogos do Brasileirão continuam normalmente. O atacante rubro-negro Bruno Henrique foi convocado e vai desfalcar o time contra o Avaí, jogo que será realizado em Santa Catarina, no dia 07.

Menos mal que seja apenas o Avaí. Por muito pouco o Flamengo também iria sem Bruno Henrique contra o Palmeiras. O jogo contra aquele que talvez seja o grande postulante ao título da competição ao lado do próprio Flamengo acontecerá em 01/09, um dia antes do início oficial da Data-Fifa. A CBF pelo menos rechaçou qualquer dúvida ao marcar a apresentação dos convocados a partir do dia 04.

Os dois compromissos data-Fifa da Seleção Brasileira Principal estão marcados para os dias 06 e 10 de setembro, contra Colômbia e Peru respectivamente. A partida contra os colombianos será disputada no Hard Rock Stadium, em Miami, na Flórida. E contra os peruanos o jogo será no Los Angeles Memorial Coliseum, em LA, Califórnia.

Os dois duelos do Brasil em solo estadunidense seriam apenas parte natural do planejamento do técnico Tite visando o ciclo para a próxima Copa do Mundo. O problema é que a CBF, ainda em 2018, não previu a paralisação do calendário do futebol brasileiro, o outro, dos clubes, aos quais ela em teoria deveria se preocupar.

Com isso, ao invés de uma semana de total atenção para a Seleção Brasileiro, seu técnico, jogadores convocados e, claro, as análises em torno dos jogos. O debate gira em torno de quais clubes serão prejudicados e quais serão beneficiados nas tabelas dos clubes. Além, óbvio, da resenha em torno de todos os resultados. Um canibalismo ou competição, como queiram, entre crônicas. Ao não dar a exclusividade para a sua Seleção, a CBF dispersa a atenção e dispensa um convite à boa mídia pensar melhor selecionado de Tite.

Não para por aí. O treinador foi obrigado a decidir por não convocar jogadores de Grêmio, Athletico, Internacional e Cruzeiro, envolvidos em decisões da Copa do Brasil. Isso mesmo. A convocação da Seleção coincidiu com os jogos da volta das semifinais, que acontecerão no dia 04/09, e em 11/09, a primeira partida da grande final.

O Flamengo pode ser castigado por investir mais de R$ 100 milhões no futebol brasileiro com o desfalque de Bruno Henrique, a quase certa convocação de Arrascaeta, e, quem sabe, as convocações de Cuéllar e Piris da Motta.

Sempre pode ficar pior é o lema da CBF: Filipe Luís, Everton Ribeiro, Rodrigo Caio, Gerson e Gabriel Barbosa nutrem altas expectativas para as próximas convocações. Nada indica que em 2020 a CBF não vai continuar a repetir os erros do calendário do futebol brasileiro. Com a anuência dos clubes, que baixam a cabeça porque não conseguem ser independentes e unidos o suficiente para seguirem sem subserviência.

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar: