Compartilhar:

O zagueiro Rodrigo Caio deve ser o primeiro reforço confirmado pelo Flamengo na ‘era’ Rodolfo Landim. Apesar de ainda jovem, o jogador de 25 anos já passou por vários momentos na sua carreira profissional.

O atleta teve sua estreia com a equipe de cima do São Paulo no Brasileirão de 2011. O então ‘menino’ de 17 anos, entrou em poucos jogos do tricolor na competição mas deixou boa impressão, tanto é que continuou no elenco para a temporada de 2012.

Em seu segundo ano como profissional, Rodrigo Caio começou a atuar na lateral-direita. Após a lesão do dono da posição, Ivan Píris, ele jogou improvisado no setor e acabou agradando a comissão técnica. Nessa temporada, o jogador já ficou marcado por ser polivalente: Zagueiro, lateral-direito e volante. Além disso, ajudou o São Paulo a conquistar a Copa Sul-Americana.

Em 2013 o atleta se firmou de vez para o futebol. Fez seu primeiro gol em uma partida do Campeonato Paulista contra o São Bernardo, e começou a figurar entre os titulares do São Paulo.

Rodrigo Caio se estabilizou de vez como zagueiro com a chegada de Paulo Autuori. O jogador deixou de ser volante, para substituir Edson Silva e Paulo Miranda que tinham se machucado, e tomou conta da posição.

Os anos de 2014 e 2015 foram ótimos para o defensor. O atleta era considerado um dos melhores zagueiros do futebol brasileiro e quase foi contratado pelo Atlético de Madrid. O São Paulo tinha se acertado com o clube espanhol, porém o jogador não passou nos exames médicos. Continuou no tricolor paulista e em 2016 viveu um momento histórico: Primeira convocação para a Seleção Brasileira e o inédito ouro olímpico do Brasil.

Pouco antes do início dos Jogos Olímpicos, o atleta foi chamado pelo técnico Dunga para um amistoso contra o Panamá. O jogador entrou no lugar de Renato Augusto durante a partida. No dia 29 de junho de 2016, vem a lista de convocados para as Olimpíadas no Rio, pelo técnico Rogério Micale, e Rodrigo Caio está nela.

Com Rodrigo sendo titular em toda a competição, o Brasil não fez uma boa fase de grupos, mas se classificou para a fase de mata-mata. E na fase eliminatória, a Seleção Brasileira cresceu, foi para a final e sagrou-se campeã em pleno Maracanã contra a Alemanha. Rodrigo Caio entrava para a história como zagueiro titular de um ouro inédito do futebol brasileiro.

Em 2017 começou a instabilidade do zagueiro no São Paulo. A torcida tricolor não gostou do gesto de fair play do jogador na semifinal do Campeonato Paulista, contra o maior rival Corinthians. Rodrigo acidentalmente feriu o goleiro são paulino Renan Ribeiro ao tentar impedir a chegada do atacante Jô. O árbitro da partida entendeu que o jogador alvinegro havia cometido a falta e puniu-o com um cartão amarelo, que tiraria o centroavante corinthiano do jogo de volta na Arena Corinthians. Rodrigo então assumiu a culpa pelo lance ao juiz e o cartão foi cancelado. A torcida não ficou satisfeita com a atitude do zagueiro, e o culpou pela eliminação na partida de volta.

Rodrigo Caio ainda tentou uma reviravolta no Brasileiro. O atleta terminou 2017 como zagueiro com mais desarmes na competição. Segundo o Footstats, o jogador teve 51 roubadas de bolas e foi o líder disparado nesse quesito na temporada, mas o clima entre ele e a torcida do São Paulo já não era mais o mesmo.

2018 se iniciou e com Dorival Júnior no comando do tricolor, Rodrigo ainda tinha o prestígio da comissão técnica. Foi titular durante boa parte do Campeonato Paulista, mas com a chegada do uruguaio Diego Aguirre, o zagueiro foi totalmente deixado de lado do elenco.

As lesões atrapalharam, e Rodrigo Caio pouco atuou no Brasileirão deste ano. O defensor ainda se envolveu em uma polêmica com o ex-técnico são paulino: ”Ele não dava abertura, é um cara fechado. O cara não vinha falar comigo. Nos três meses que fiquei na fisioterapia, o cara nunca foi lá perguntar como eu estava. Fiquei sem entender. Quando você monta um time para ser campeão, você tem que dar atenção para todos. Essa é a diferença dos treinadores de alto nível, é a gestão. Eu não via isso. Falo por mim, mas do que vi dos outros também”, disse o zagueiro em entrevista ao canal Esporte Interativo, sobre Aguirre.

Nesses sete anos de profissional no São Paulo, Rodrigo anotou 9 gols.

Vida nova em 2019

Antes de avançar na negociação com o Flamengo, Rodrigo Caio chegou a quase acertar sua ida ao Barcelona. Os espanhóis mandaram um médico ao Brasil para realizar os exames do zagueiro, porém, no meio do caminho a negociação com o plano A, Murillo do Valência caminhou, e o clube catalão desistiu do zagueiro brasileiro. Com isso, o caminho ficou livre para o Flamengo.

O clube rubro-negro já se acertou com Rodrigo Caio e o São Paulo, e só falta ser realizado os exames médicos para que o anúncio seja feito. O jogador chega em um primeiro momento para ser titular e substituir o ex-capitão Réver, na equipe carioca. A contratação será feita de forma definitiva, e os valores ainda não foram divulgados.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: SãoPaulo/Divulgação

apoiador apoia

Para maiores informações: 21 994196540
Compartilhar: