Atuações: Paulo Victor evita o empate e Juan continua bem; Cuéllar tem boa estreia

Atuações: Paulo Victor evita o empate e Juan continua bem; Cuéllar tem boa estreia

QUEBRA_PAG

PAULO VICTOR: Foi exigido com menos de um minuto de jogo e mostrou que aqueceu bem antes da partida iniciar. Em uma bomba cruzada, fez boa defesa e salvou o Flamengo de começar o jogo atrás do placar. No segundo tempo, faz defesas importantes e segurou o zero no placar. Está cada vez mais seguro com os pés. NOTA 7.

RODINEI: Partida segura na defesa e com perigo no ataque. Afobado às vezes, comete erros bobos e se atrapalha em lances ofensivos. Tem ofuscado a outra lateral, talvez pela proteção que sempre tem lá atrás. NOTA 6,5.

JUAN: Combateu com segurança pela esquerda e em alguns lances no centro da defesa. Sempre usando sua experiência, corre sempre com precisão e é cirúrgico em vários lances pra roubar a bola. NOTA 7.

WALLACE: Mais uma atuação sem erros. Tem agido com segurança e já demonstra algum entrosamento com Rodinei e Juan. Fez boas coberturas, antecipações e cortes firmes. NOTA 6,5.

JORGE: Partida melhor que em suas últimas atuações. Foi mais efetivo no ataque e agiu com a já conhecida calma no setor defensivo. Vem sendo ofuscado por Rodinei do outro lado e sofre com a exposição do seu lado de campo quando se aventura ao ataque. NOTA 6.

CUELLAR: Boa estreia do colombiano. Participou bastante do jogo, principalmente na transição entre defesa e ataque. Alternou bastante de posição com Márcio Araújo e mostrou que pode exercer essa função de 1° volante melhor que o camisa 8. Mostrou qualidade na saída de bola, evitando chutões. NOTA 6,5.

MÁRCIO ARAÚJO: Jogou diferente do que vinha jogando nesse início de temporada. Por jogar mais avançado em alguns momentos, foi posto à prova do que é bastante cobrado pela torcida: arriscar mais passes. Na execução, pouco sucesso. NOTA 6.

MANCUELLO: Péssimo jogo do argentino. Participou pouco do jogo, pois estava praticamente colado com o Guerrero lá na frente. Na sua especialidade, a bola parada, falhou em todas. Tanto na cobrança direta, como nas bolas alçadas. Nenhuma levou perigo. Por enquanto, o camisa 23 do Flamengo, só em treino mesmo. NOTA 5,5.

EVERTON: Autor do gol da vitória na boa cobrança de pênalti, o camisa 22 foi muito mal no 1° tempo. Mas com o gol logo no início da etapa final, os espaços apareceram e o futebol do meia-atacante fluiu mais, criando boas chances de gol.  NOTA 6,5.

GABRIEL: Partida à sua característica. Correria desenfreada e quase nada de futebol. Conseguiu arranjar o pênalti da vitória da equipe quando cruzou na mão do zagueiro adversário. NOTA 5,5.

GUERRERO: No primeiro tempo, assim como o time todo, não jogou. Na segunda etapa, na chance clara que teve de ficar cara-a-cara com o goleiro, deixou a bola escapar. Foi substituído e ouviu um misto de vaias e aplausos. NOTA 5,5.

CIRINO: Não foi tão incisivo como nas primeiras partidas do ano, mas entrou bem. Na chance que teve de fazer o gol, preferiu tocar pro lado e acabou desperdiçando grande chance. NOTA 6.

WILLIAN ARÃO: Entrou e deu a dinâmica que a equipe precisava. Achou bons passes, deixando seus parceiros em boas condições de fazer gol ou criar uma chance mais clara. NOTA 6,5.

FELIPE VIZEU: Entrou já no fim e não participou muito. Sem nota.

About The Author

Raony Furtado

Formado em Licenciatura Plena em Educação Física, Especialista em Educação Física Escolar, Professor Especialista de Educação Física pela Rede Estadual de Ensino Médio do Estado do Ceará. Técnico de Futebol Amador, atualmente dirigindo o Marechal Futebol Clube de Mauriti, Ceará.

ANÚNCIO

APOIADORES

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

NOTÍCIAS DO FLAMENGO