Com a eficiência do setor ofensivo e consistência da defesa, o Flamengo fez mais uma vítima na Taça BH de Futebol. Em partida válida pela semifinal do principal torneio juvenil do país, os Garotos do Ninho derrotaram o Palmeiras por 3 a 1, nesta segunda-feira (24), em Nova Serrana, tornando-se o primeiro finalista da tradicional competição mineira.

Marx Lenin e Vitor Ricardo, duas vezesmarcaram os gols do triunfo rubro-negro, enquanto Guilherme descontou para o Alviverde. O adversário do Mais Querido na decisão sairá do confronto entre Atlético-MG e São Paulo, que decidem a segunda vaga no Independência, também nesta segunda. A final será disputada na próxima quinta-feira (27), às 19h. O local da partida ainda será definido pela Federação Mineira de Futebol (FMF).

O Flamengo estreou na Taça BH diante do Ponte Nova (MG), com uma vitória por 2 a 0. Na sequência, derrotou o Paraná Clube e o Grêmio, garantindo a classificação em primeiro lugar no Grupo G. Nas oitavas de final,  goleada por 5 a 1 sobre o Novorizontino. Já nas quartas, após empate em 0 a 0 no tempo normal, os Garotos do Ninho superaram o Vitória nos pênaltis.

O jogo

Com apenas sete minutos de jogo o Mais Querido abriu o placar na Arena Calçado. Em jogada de contra-ataque, Marx Lenin recebeu na intermediária, carregou a bola pelo meio-campo e arriscou de longe, surpreendendo o goleiro Igor. O camisa 10 contou ainda com um desvio no meio do caminho antes

 

Enquanto o time verde articulava jogadas pelo meio-campo em busca do empate, o Rubro-Negro confirmou sua eficiência. Matheus Alves deu um bote certeiro ainda no campo defensivo do Fla, avançou com inteira liberdade pelo meio e, com muita categoria, serviu Vitor Ricardo que fechava pelo lado direito. O camisa 7 da Gávea não desperdiçou, ampliando a vantagem rubro-negra aos 10 minutos.

Com a vantagem no placar, o Flamengo teve tranquilidade para administrar o primeiro tempo. Visivelmente desestabilizados com os gols no início, os jogadores palmeirenses erravam tudo o que tentavam. Somente aos 38 minutos o time alviverde criou uma situação de perigo, mas a zaga rubro-negra afastou.

O enredo da segunda etapa foi bem diferente do primeiro tempo. Precisando ao menos do empate para levar o jogo para os pênaltis, o Palmeiras voltou do intervalo com mais atitude, buscando o gol. Guilherme diminuiu para o Palmeiras, aos 11 minutos. O time paulista cresceu no jogo, obrigando o goleiro Victor Hugo a aparecer com grandes defesas. No minuto 19, Braian foi expulso, deixando o Flamengo com um jogador a menos.

O Rubro-Negro, no entanto, não se abateu com a desvantagem numérica. Em mais uma jogada de velocidade, Teo fez um belo lançamento para Vitor Ricardo, que passou pela marcação verde e marcou o seu quarto gol na competição. Novamente com uma vantagem de dois gols, o Flamengo segurou o resultado, e pela oitava vez em sua história garantiu vaga na final da competição.

 


Escalação do Flamengo: Victor Hugo; Braian, Natan, Teo e Ramon; Henrique, Matheus Alves, Vitor Ricardo (Alan Pierre), Marx Lenin (Vinicius) e Luan (Yuri Oliveira); Rhyan (Lucas Gabriel). Treinador: Mauricio Souza.

 

Foto: Reprodução/Twitter


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar, e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN