Compartilhar:

De Diego Alves a Jorge Jesus: Leia as análises com notas de quem atuou na ótima vitória diante do Botafogo, pela 12ª rodada do Brasileiro

Da Redação

Em uma semana muito complicada, o desfalcado Flamengo superou a pressão e o cansaço – físico e mental – para arrancar grande vitória diante do rival Botafogo com direito a virada e golaços. A vitória deu moral para os comandados de Jorge Jesus que têm nesta quarta-feira o desafio de reverter a vantagem de dois gols que o Emelec construiu em Guayaquil para avançar às quartas-de-final da Libertadores 2019.

O jogo começou complicado, com o zagueiro Rodrigo Caio sacado após sentir a posterior da coxa-esquerda. Thuler foi chamado para substituir o camisa 3 e formar dupla com o estreante do dia: Pablo Marí substituiu Léo Duarte, que acertou sua transferência para o Milan neste sábado e não faz mais parte do elenco do Flamengo. E foi justamente na jogada posterior à saída de Rodrigo Caio que o Botafogo abriu o marcador. Aos 14 minutos, aproveitando escanteio, Cícero raspou de cabeça no primeiro pau vencendo o goleiro Diego Alves.

O Flamengo não sentiu tanto o gol e continuou a pressionar o adversário, que se retraiu em seu campo de defesa. Coube a Gerson empatar o jogo em uma linda jogada individual, aos 35 minutos. No segundo tempo, a virada: Gabriel Barbosa, artilheiro do campeonato, fez seu nono tento. E foi um golaço! De primeira, de fora da área, vencendo o goleiro botafoguense Gatito Fernandez.

Após Diego Sousa empatar o jogo em 2×2 cobrando forte falta que seu xará aceitou, o “azarado” Flamengo não se deixou abater e foi buscar a vitória apostando na posse de bola. Com tranquilidade, aos 29, de pé em pé, de Gabriel para Rafinha e deste para Bruno Henrique apenas completar para o fundo do gol.

Missão cumprida. Agora com 24 pontos, o Mais Querido se mantém na terceira colocação na classificação geral do Brasileirão. E o Maracanã dormiu bem mais confiante para o confronto contra o Emelec daqui a três dias.

Leia as análises e comente sobre as notas dos nossos comentaristas para os jogadores do Flamengo.

Ajude o MRN a manter este trabalho! Torne-se apoiador e faça parte da nossa comunidade! Acesse Catarse.me/mrn ou PicPay.me/mrn_crf.

Quer entrar no grupo de bate papo do MRN? Peça convite nos comentários desse post!


Diego Alves – Quase complica, saiu mau no primeiro gol. E no segundo gol deixou a bola entrar no canto aberto gol que goleiro carimbado não leva. Precisa de um banco pra dar uma reciclada. Nota: 3,5.

Por Marcel Silbernagel – Twitter: @tere_fla

Rafinha – Após muitos anos o Flamengo Tem um lateral de alto nível, incisivo no ataque e mantendo bem a linha defensiva Rafinha foi um jogador importante, em um cruzamento iniciado pelo mesmo Gabigol fez o segundo gol do Flamengo e com sua assistência o Bruno Henrique fez o terceiro. Vale ressaltar que seu entendimento tático irá colaborar para o crescimento do time do JJ. Nota: 8.

Por Antônio Rêgo – Twitter: @antoniorn_07

Rodrigo Caio – Apenas 10 minutos de pouco trabalho em campo. Saiu lesionado para a entrada de Thuler. Sem nota.

Thuler – técnico, consciente, tranquilo. Ganhou a maioria das divididas. Mostrou porque parte da torcida já pede sua titularidade. Nota: 8.

Por Edson Lira – Twitter: @edsonjslira

Pablo Marí – Estreou com o pé esquerdo, por ser canhoto. Atuação firme, mostrando segurança, boa saída de bola e liderança. Parece que dará muitas alegrias à torcida. Apesar de ser um zagueiro alto, mostra boa agilidade e rapidez. Nota: 7.

Por Ivo Junior – Twitter: @ivofsjr

Trauco – Tecnicamente muito superior ao Renê, acerta mais passes e tem um lançamento muito bom; foi muito bem coberto pelo zagueiro espanhol Pablo Marí. Errou uns cruzamentos e se não fosse convocado sempre seria o reserva ideal para Filipe Luís. Nota: 6.

Por Marcel Silbernagel – Twitter: @tere_fla

Arão – Vem subindo de produção desde a chega do Jorge Jesus, hoje, assim com os demais jogadores do meio campo do Flamengo, fez boa partida e não comprometeu nos lances dos gols adversários. Suas chegadas na área foram exploradas nos momentos certos do jogo. Nota: 6.

Por Sérgio Ribeiro – Twitter: @sergioribeiro04

Cuéllar – Fez uma partida burocrática, no primeiro tempo estava desatento e não foi expulso por sorte, melhorou no segundo e lembrou em alguns momentos o jogador do 1° semestre, com boa cobertura e saindo bem com a bola, precisa colocar a cabeça no lugar e esquecer esse assunto de transferência para voltar ao bom futebol. Nota: 5,5.

Por Marcio Marcondes – Twitter: @mjmarcondes

Gerson – Teve um bom controle das ações ofensivas do time, colocando companheiros em boas condições e fazendo um belo gol. Cansou no segundo tempo, mas não deixou de colaborar como pode. Nota: 8.

Por Miguel Peters – Twitter: @miguelpeters

Bruno Henrique – Claramente rende melhor jogando na esquerda para dentro apesar de ter “perdido” 2 chances boas no início mas foi justamente quando estava mais a frente q fez o seu gol, corre muito se dedica e longe do que foi na quarta. Nota: 8.

Por Ricardo Bitencourt – Instagram: @drbitenco

Gabriel Barbosa – Jogador com a cara do Flamengo, correu o campo todo, deu opções para os jogadores que vinham de trás. Está iluminado, está com o perfume que a bola gosta, precisa apenas, se controlar para não tomar tantos cartões. A finalização foi espetacular, golaço. Nota: 8.

Por Sérgio Ribeiro – Twitter: @sergioribeiro04

Lincoln – Não fez nada, errou quase tudo que tentou. Só acertou duas jogadas simples. Nota: 3.

Lucas Silva – Entrou bem, correu bastante, deu mobilidade mas foi ineficiente. Nota: 4.

Por Verônica Coutinho – Twitter: @Vevecoutinho

Jorge Jesus – Um bom técnico se adapta a seu elenco. Viu que sem os meias não poderia manter seu esquema preferido e armou o time num 433, com um fortíssimo lado direito formado por Rafinha, Gerson e Gabriel. Vem sofrendo com as inúmeras lesões e dessa vez perdeu Lincoln e Rodrigo Caio por lesão muscular. Os gols do Botafogo saíram de falhas individuais. Precisa acertar melhor o posicionamento do Cuéllar. Os jogadores só Botafogo apareceram algumas vezes livres na frente da área. Nota: 7.

Por Edson Lira – Twitter: @edsonjslira

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Não deixe de ler também

Compartilhar: