Compartilhar:

Na tarde desta sexta-feira (15), a promotora de Justiça, Ana Cristina Huth Macedo, concedeu uma entrevista coletiva na sede do Ministério Público do Rio de Janeiro, afirmando que após a vistoria durante a semana no Ninho do Urubu, foram encontradas novas irregularidades no CT do Flamengo, fazendo com que o local seja interditado para os profissionais.

”Nessa reunião prévia, a prefeitura disse que o CT está interditado. Bem como os Bombeiros disseram, diante das irregularidades apontadas. No mais, o que podemos dizer é que esses novos laudos que foram elaborados a partir das fiscalizações realizadas na terça-feira foram encaminhados para a secretaria de urbanismo, que provavelmente adotará alguma providência. Segundo o que a prefeitura informou aqui, o CT está interditado” – disse a promotora.

No entanto, o Flamengo treinou normalmente em seu Centro de Treinamento nesta tarde. As atividades foram abertas para a imprensa às 17h. O clube alega que não recebeu qualquer notificação para fechar as portas para a equipe principal.

Pronunciamento do Fla

O vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches,
compareceu à entrevista coletiva no Ministério Público e falou sobre o caso.

A reunião aqui foi excelente. Algumas medidas foram solicitadas. O Flamengo está voltando todo seu empenho nessas questões administrativas. E a gente entende que em um curto prazo tudo estará resolvido”.

Leia também

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Flamengo/Divulgação

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Saiba mais em bit.ly/tutorialapoioforum

Inscreva-se no canal na TV MRN: bit.ly/CanalTvMRN

Compartilhar: