Compartilhar:

Chegou ao fim. Mais uma temporada se encerrou para o Flamengo e mais uma vez o time bateu na trave no Campeonato Brasileiro. Do elenco caracterizado como um dos melhores do Brasil ao chamado de ‘banana’ por vários torcedores, o Flamengo viu mais uma vez o Palmeiras ser campeão nacional. Melhor elenco ou não, banana ou não, a verdade é que o Rubro-Negro deixou escapar de suas mãos mais um título. Nessa temática, nós do MRN elegemos os seis jogos que definiram o fracasso do Mais Querido nessa campanha pelo Brasileiro. Confira:

Flamengo 0x1 São Paulo

Décima terceira rodada, volta do Campeonato Brasileiro após a parada para a Copa do Mundo. Com o time na liderança, mais de 51 mil pagantes viram o então vice-líder ganhar de 1 a 0 do Flamengo dentro do Maracanã. O gol de Éverton, ex-Flamengo, dava a tônica do que seria a volta daquele time sem sua principal estrela: Vinicius Junior. Mas como todo bom brasileiro, havia quem pensasse no lado positivo: ‘ainda estamos na liderança’. Pois é, por um ponto.

Grêmio 2×0 Flamengo

Três rodadas depois da derrota para o São Paulo, o Flamengo ainda estava na liderança, tudo em função das duas vitórias e um empate conquistados sobre Botafogo, Sport e Santos. Mas tudo acabou na 17ª rodada, após os gols de Jael e Marinho para o Grêmio. Com a derrota no sábado e a vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Vasco no domingo, o Rubro-Negro caiu de vez para a segunda posição, e de lá foi ladeira abaixo – chegou a cair para terceiro duas rodadas depois, na derrota para o Furacão por 3 a 0.

Internacional 2×1 Flamengo

Em um jogo com caráter de final, o Rubro-Negro assistiu o Inter em campo. Pottker marcou em uma falha de Léo Duarte e Marlos desperdiçou duas ótimas chances que poderiam mudar o rumo daquela partida. Após o apito final, o Inter assumiu a liderança e o Palmeiras, então quarto colocado, ultrapassou o Flamengo, deixando-o na quarta colocação.

Flamengo 1×1 Palmeiras

Muito tempo depois, entre demissões e contratações na comissão técnica, o Flamengo teve seu primeiro grande embate para tentar diminuir a vantagem, naquele momento, de quatro pontos para o líder Palmeiras. Não deu mais uma vez. Paquetá desperdiçou uma chance de ouro, na frente de Weverton, imperdoável para quem precisava dos três pontos, e o Rubro-Negro mais uma vez via o sonho se tornando distante.

São Paulo 2×2 Flamengo

O Flamengo precisava continuar colado no Palmeiras. Por mais que tivesse perdido a chance de ficar a um ponto do Alviverde na rodada anterior, o ideal era não se distanciar tanto. Coisa que não aconteceu. O São Paulo começou na frente com Diego Souza e depois contou com um belíssimo chute do jovem Helinho, de 17 anos, para virar o jogo; Rodinei empatou no fim. Foi nesse jogo, também, que Vitinho perdeu gol monumental, daqueles inacreditáveis, e que fez muita falta no fim das contas. Com isso, o Palmeiras abriu seis de vantagem para o Flamengo e tudo caminhava para um fim de ano difícil.

Botafogo 2×1 Flamengo

Poderia ter sido a chance. Palmeiras e Inter empataram em seus respectivos jogos, com Atlético-MG (1-1) e Ceará (1-1) respectivamente, mas o Flamengo havia perdido um dia antes para um Botafogo com muito mais vontade – parecia que o Alvinegro era quem disputava o título. Caso tivesse vencido o jogo contra o rival um dia antes, o Rubro-Negro teria mais estofo para iniciar uma caminhada de superação em busca do título e, lógico, teria que tirar uma diferença menor. A partir dali tudo ficou mais difícil.


Créditos imagens destacadas no post e redes sociais: Gilvan de Souza/Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/CanalTvMRN

 

LEIA TAMBÉM

> Três eliminações e um segundo lugar: quanto o Flamengo deixou de faturar no ano por conta de suas colocações

> Pontos cruciais: sucessão de erros da diretoria faz Flamengo bater na trave mais uma vez

> Recordar é viver: pelo Flamengo, Thiago Neves foi protagonista em goleada diante do Cruzeiro

> Conexão Flamengo-Colômbia: estrangeiros do Fla participam de mais da metade dos gols nos últimos cinco jogos

> Festa na favela! Flamengo/Marinha é tetracampeão do Carioca Feminino

> Campeões do Torneio OPG se apresentarão ao time profissional do Flamengo em janeiro

> Choque de ordem/Hora de trocar

> A duas rodadas do fim e com futuro indefinido, Diego reaparece como protagonista do Flamengo

Compartilhar: