Compartilhar:

Depois de um grande jogo do time mandante, no interior de São Paulo, Flamengo e Mogi das Cruzes voltam a se enfrentar pela segunda partida da semifinal do Novo Basquete Brasil, agora com a equipe da Gávea como anfitriã, às 20h, nesta sexta-feira (4), na Arena Carioca 1.  O confronto conta com a transmissão do SporTV. Até a noite de quinta-feira tinham sido vendidos 2.500 ingressos para a partida.

No último duelo, o Rubro-Negro não foi capaz de sair com o triunfo no território mogiano, com a equipe paulista dominando o garrafão e não permitindo o jogo de transição do Orgulho da Nação. Com destaque para a atuação da dupla Tyrone e Shamell, fechando a primeira partida da série em 79 a 62.

“Não tivemos aproveitamento. Tentamos muitas vezes da maneira certa, mas, em outras, erramos na hora de tomar as decisões. Na maioria das vezes foi erro de aproveitamento e acabamos não pontuando muito bem. Ficamos o campeonato inteiro buscando a primeira posição para decidir todas as séries de playoff em casa, ao lado da nossa torcida, então não tenho dúvidas de que no próximo jogo teremos um aproveitamento melhor para tentar empatar a série”, comentou o treinador do Flamengo, José Neto.

Um dos grandes atrativos da série entre Flamengo e Mogi será o reencontro entre os dois maiores cestinhas da história da competição: Shamell(6.502 pontos) e Marquinhos (5.832 pontos). Na atual temporada, os dois também estão entre os melhores pontuadores, mas em uma distância maior. Marquinhos é o primeiro do ranking (18,6 pontos por jogo), enquanto Shamell é o sexto (15,1 pontos por jogo).

Com uma rivalidade surgindo nos últimos anos, Flamengo e Mogi se encontrarão pela terceira vez nas semifinais do Novo Basquete Brasil. Os primeiros confrontos aconteceram nas temporadas 2013/2014 e 15/16 e o Orgulho da Nação saiu vencedor nas duas oportunidades. Na temporada 2013/14, aconteceu o primeiro duelo, o Mais Querido fechou a série em 3 a 1. No jogo decisivo, realizado em Mogi das Cruzes, o Rubro-Negro bateu a equipe paulista pelo placar de 79 a 71, com grande atuação do pivô norte-americano Jerome Meyinsse. Marcando 34 pontos, o camisa 55 ainda pegou seis rebotes e decretou a classificação rubro-negra para a final da competição, diante do Paulistano, finalizada com o terceiro título do FlaBasquete no NBB.

Na temporada de 2015/16, mais uma série de incrível equilibrio entre as equipes. O Flamengo virou a série para cima do Mogi, após um lindo toco de Marquinhos no último lance do jogo quatro, forçando a quinta partida. No último duelo, contando com a Nação lotando o Tijuca Tênis Clube, o Mengão triunfou por 79 a 75. Olivinha foi o destaque do jogo com 22 pontos e oito rebotes. Na sequência, o Orgulho da Nação foi campeão novamente, mais uma vez em cima do Bauru, chegando ao pentacampeonato.

O Rubro-Negro contava com 100% de aproveitamento diante do Mogi, na atual temporada, antes da primeira partida da série de semifinal. No primeiro confronto, no Rio de Janeiro, o clube da Gávea venceu por 77 a 71 e chegou ao topo da tabela pela primeira vez na fase regular. No jogo de volta, o Mais Querido venceu de novo, dessa vez por 75 a 72, com destaque para os 20 pontos do armador, Cubillan.

Na sequência, as equipes voltam a se encontrar no Rio de Janeiro, na Arena Carioca 1, para o Jogo 3, que acontece no domingo (6), às 14h30.

Compartilhar: