Compartilhar:

A diretoria do Flamengo quer motivar o elenco ainda mais para a conquista de grandes títulos em 2019 e promete pagar até R$ 81 milhões de bicho para o time de futebol liderado por Abel Braga, caso o clube levante as taças da Libertadores da América, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

Comparado aos últimos dois anos, os valores são muito superiores. Veja:

De acordo com o site GloboEsporte.com, os cartolas rubro-negros estipularam pagar ao elenco R$ 33 milhões caso seja campeão da Libertadores, titulo que não vence desde 1981,R$ 28 milhões para levar Brasileirão, após dez anos, e, pelo tetra da última competição nacional vencida pelo Rubro-Negro, R$ 20 milhões pela Copa do Brasil.

De acordo com os cartolas, pagar isto aos atletas não irá onerar os cofres do clube, já que a Conmebol oferece R$ 86,5 milhões pela Libertadores (para os clubes que iniciam na fase de grupos), e a CBF paga R$ 33 milhões pelo Brasileirão e R$ 64,5 milhões pela Copa do Brasil (levando em conta que o Flamengo começa nas oitavas). Cabe lembrar ainda que incidem sobre as premiações as taxas de impostos, que giram em torno de 10%.

Leia também:

Há ainda bicho por rodada no G4, ou seja, a cada rodada que o Flamengo terminar entre os quatro primeiros no Brasileiro, R$ 200 mil serão divididos entre os profissionais que participaram do duelo.

Comparando com outros clubes e outras temporadas

 

BRASILEIRO

Em 2017, o Corinthians foi campeão brasileiro e recebeu cerca de R$ 18 milhões da CBF. Em acordo feito pela diretoria alvinegra com os jogadores antes do início da competição, ficou definido o pagamento de cerca de 60% da bolada ao elenco e também à comissão técnica, o que representou cerca de R$ 10,8 milhões para os profissionais.

No ano passado, o Palmeiras também foi premiado com o valor de R$ 18 milhões pelo título Brasileiro, mas recebeu R$ 12 milhões a mais da Crefisa, sua patrocinadora master, dando um total de R$ 30 milhões. A diretoria não se manifestou como pagaria a premiação aos jogadores, mas os atletas que mais atuaram no Brasileirão recebiam valores maiores que os outros.

LIBERTADORES

O último Brasileiro campeão da Libertadores foi o Grêmio, em 2017. Naquele ano, o clube gaúcho recebeu R$ 35 milhões da Conmebol, somando-se todas as fases, além de garantir mais R$ 13 milhões pela participação do Mundial de Clubes da FIFA. Não foi divulgada oficialmente a informação da quantia destinada aos atletas deste valor.

O MRN entrou em contato com algumas fontes ligadas ao clube gaúcho. A informação é de que quase todo a premiação da final (R$ 25 milhões) foi destinadas aos jogadores. Isto se explica porque ao longo do ano os jogadores sofreram com atraso de salários e uma das promessas que tranquilizaram o atletas foi justamente uma gorda transferência para suas contas em caso de títulos.

COPA DO BRASIL

O Cruzeiro foi o vencedor das últimas duas edições da Copa do Brasil. Em 2017, a diretoria do clube mineiro recebeu R$ 6 milhões pela conquista e destinou aos atletas R$ 2 milhões dos valores. No ano passado, a CBF pagou um valor histórico ao campeão e a Raposa recebeu R$ 50 milhões, destinando aos profissionais um total de R$ 13,6 milhões, 30% da quantia total.

Em 2018, o valor pago pela totalidade de fases ultrapassadas beirou os R$ 15 milhões. Landim e o comando do futebol rubro-negro aumentaram em 25% este valor. Mas os R$ 20 milhões estipulados na Gávea não chegam perto dos R$ 27 milhões que o presidente do Grêmio se comprometeu a pagar para seu elenco caso vencesse a Copa do Brasil. Curiosamente, quem estragou os planos milionários do elenco tricolor foi o Flamengo, ainda nas oitavas.

Recorde

Os valores anunciados podem ser considerados como recordistas no futebol brasileiro. Não foi possível apurar com exatidão quanto receberam os últimos grande campeões brasileiros, pois nem sempre os jogadores e mesmo os clubes gostam de expôr as quantias recebidas.

Mas em resumo, o valor que a diretoria do Flamengo promete pagar exclusivamente aos atletas, já é superior a toda a quantia que os jogadores campeões da Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil receberam nos últimos dois anos.

E que certamente representa uma intenção recorde na própria história do clube, mesmo que, infelizmente, por conta do objetivo que não foi alcançado, não tenha precisado pagar. Para que se tenha uma ideia, em 2016, o Departamento de Futebol do Mais Querido prometeu R$ 6 milhões ao elenco pela conquista do Brasileiro. Esta quantia hoje parece irrisória.

 


Você pode contribuir com o nosso projeto:

Via Paypal:

Via Transferência Bancária:

Banco do Brasil:
Agência 3652-8
Conta Corrente 43937-1

Créditos de imagem destacada e nas redes sociais: Flamengo/Divulgação

Compartilhar: