Diretor jurídico do Flamengo fala sobre atraso no envio do ITC de Éverton Ribeiro

Diretor jurídico do Flamengo fala sobre atraso no envio do ITC de Éverton Ribeiro

Uma corrida contra o tempo marcou o início da noite da última terça-feira (21). Torcedores e jornalistas atualizaram de forma constante o site do BID (Boletim Informativo Diário), da CBF, para saber se Éverton Ribeiro teria condições de estrear pelo Fla no jogo de hoje, contra a Chapecoense. Mas a documentação não chegou até o horário limite e o primeiro jogo do camisa 7 foi adiado para o próximo domingo. Por causa deste fato, questionamentos sobre uma suposta passividade do Flamengo tomaram conta das redes-sociais – torcedores alegavam que o clube não havia pressionado os árabes para conseguir a liberação.

O Mundo Rubro Negro procurou o diretor jurídico do Flamengo, Bernardo Accioly, que falou sobre o caso.

– Os procedimentos por parte do Flamengo foram feitos com total diligência. Todos os contratos já estavam assinados. Mas o contrato federativo, que é levado a registro, só pode ser gerado em um sistema eletrônico no próprio dia 20. Ou seja, até o dia 19 só existem contratos em papel em instrumentos particulares. – afirmou.

Nome de Everton Ribeiro só apareceu no BID na manhã de ontem

Bernardo também explicou quais são os procedimentos até o nome de um atleta, vindo do exterior, constar no BID.

– Após a janela abrir, o clube gera o contrato federativo e incluir o mesmo, juntamente com o contrato de transferência, no TMS (sistema de registro de transferências internacionais). Em até 7 dias, o outro clube efetua a contra-ordem. Se ambos os contratos inseridos trazem as mesmas informações, ou seja, se ocorre o “match”, a federação do clube cedente envia o ITC através do sistema. Assim que a CBF visualiza o documento, publica a regularização do atleta no BID. – afirmou

Após solicitado, o prazo para envio do ITC (documento necessário para o registro da transferência) é de uma semana. No caso do zagueiro Rhodolfo, a Federação Turca foi ágil e enviou o documento em poucas horas – o que possibilitou a regularização do defensor. Já o ITC de Éverton Ribeiro, chegou hoje (22), às 4h da manhã (para jogar contra a Chape, o atleta devia ser inscrito até às 19h de ontem).

Ainda sobre o caso, a assessoria do Flamengo divulgou uma nota explicando o acontecido.

“Na abertura da janela de transferências internacionais, o Clube de Regatas do Flamengo solicitou as inscrições do atletas Rhodolfo e Everton Ribeiro. Prontamente a Federação Turca enviou o Certificado de Transferência Internacional (ITC) à CBF, que fez o registro do atleta no BID. Ao mesmo tempo, foi feita a solicitação à Federação dos Emirados Árabes, mas a entidade não enviou o ITC dentro do prazo para que o jogador Everton Ribeiro tivesse condições de jogo para a partida contra a Chapecoense. Vale ressaltar que, além da grande diferença de fuso horário, o país está em período de Ramadã, o que também colaborou para o atraso do processo.”


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN

About The Author

ANÚNCIO

APOIADORES

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

NOTÍCIAS DO FLAMENGO