Compartilhar:

No segundo dia de treino no CT Ninho do Urubu, o goleiro Diego Alves concedeu entrevista coletiva entre um treino e outro – time treinou pela manhã e a tarde volta aos gramados. Ao lado de Marcos Braz, o goleiro fez questão de deixar claro que escolheu o Flamengo e não se recusou a viajar.

“Eu quis vir para o Flamengo. Quero deixar isso claro. Construí uma carreira de dez anos na Europa dentro de campo. Por isso hoje estou aqui. Estou aqui por que quero. Vim para ganhar títulos e entrar na história desse clube […] Nunca recusei uma viagem na minha vida. Sou profissional. O clube está acima de qualquer jogador. Nunca tinha passado por isso. Levaram a notícia completamente distorcida”, declarou Diego.

O goleiro também foi bastante duro ao falar da antiga diretoria, encabeçada por Eduardo Bandeira de Mello, e comentou sobre uma conversa com o ex-treinador Dorival Júnior. Confira:

“Vocês sabem muito bem quem é da diretoria passada. Desviaram o foco da venda do Paquetá para mim. […] Tive uma conversa franca com o Dorival antes dele ir e tive ainda mais certeza que quem fez essa coisa suja fez tentando denigrir minha imagem. Recebi porrada de tudo quanto é lado, de pessoas que nem me conhecem”, disse.

“Tudo foi muito mal gestionado. Ao contrário da diretoria passada, as pessoas hoje aqui tratam os assuntos de frente. Jogar no Flamengo é uma grande pressão. Polêmicas e críticas fazem parte, sei lidar com isso. Mas à partir do momento que envolve o caráter…”, completou o goleiro.


*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Gilvan de Souza/Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Saiba mais em bit.ly/tutorialapoioforum

Inscreva-se no canal na TV MRN: bit.ly/CanalTvMRN

LEIA TAMBÉM

Compartilhar: