Compartilhar:

Um tabu que durava 11 anos se encerrou após o empate em 0 a 0 entre Flamengo e Peñarol, no Uruguai, na noite da última quarta-feira. Com o resultado, o Rubro-Negro se classificou em primeiro lugar no seu grupo – fato que não acontecia desde a Libertadores de 2008. Em todas as competições seguintes que o Mengo disputou (2010, 2012, 2014, 2017 e 2018), o clube se classificou em segundo ou foi eliminado antes do mata-mata.

Passar em primeiro lhe dá o direito de jogar pelo menos o jogo da volta das oitavas de finais em seus domínios. Como a Libertadores deste ano terá final única, no Chile, se passar das oitavas no Maracanã faltaria apenas duas fases (dependendo do adversário pode decidir em casa, ou não) antes da grande decisão em Santiago. O sorteio do adversário do Flamengo sairá nesta segunda-feira, em sorteio na Conmebol. O Rubro-Negro está no pote 1, e pode enfrentar as seguintes equipes: River Plate, Emelec, LDU, Nacional-URU, San Lorenzo, Boca Juniors ou Athletico-PR (decidirá nesta quinta), Grêmio, Olímpia, Godoy Cruz ou Universidad Concepcion (decidirá nesta quinta).

No grupo D junto com o Flamengo, a LDU conquistou a última vaga após vencer o San José por 4 a 0.

Você pode contribuir com o nosso projeto:

Via Paypal:

Via Transferência Bancária:

Banco do Brasil:
Agência 3652-8
Conta Corrente 43937-1

Créditos de imagem destacada e nas redes sociais: Flamengo/Divulgação

Compartilhar: