Compartilhar:

O Flamengo pode oficializar nesta segunda-feira (25/06) a contratação do atacante Fernando Uribe, ex-Toluca do México. O centroavante de 30 anos chega ao Rubro-Negro sem custos de transição, já que seu contrato estava no fim. Como o MRN gosta de facilitar, traçamos um raio-x do jogador, dentro e fora de campo, e ainda conversamos com Bolívar Silveira e Joza Novalis, ambos especialistas em mercado latino, para saber: Uribe é uma boa escolha?

– É um atacante que tem todas as credenciais para ser o substituto do Guerrero, é um cara bastante semelhante. É um goleador. Ele tem um controle de corpo muito bom, consegue virar em cima dos zagueiros e tem uma finalização ótima. Não é alto mas têm muitos gols de cabeça na carreira, se desmarca bem e tem um tempo de bola fantástico. Apesar dos 30 anos, acredito que é uma boa contratação – afirmou Bolívar, especialista em futebol sul-americano e editor do site Footure.

Uribe já passou por Atlético Huila, Girardot, Cortuluá e Deportivo Pereira, mas foi a partir do Once Caldas (COL) que o atacante deu um salto em sua carreira. Na temporada 2010-2011, Fernando Uribe foi bem no time colombiano, o que rendeu a contratação do veterano junto ao Chievo Verona, da Itália, e também carimbou o passaporte do atacante para a seleção de seu país. Apesar da importância internacional, Uribe ficou apenas uma temporada e meia no Gialloblu e não desempenhou grande papel, assim como na seleção.

– Passagem de Uribe pelo Chievo Verona foi ruim. Chegou com status de salvador da pátria, mas logo foi mandado para o banco de reservas. Ninguém o ajudou a se adaptar, nem ele mesmo. Como entrava pouco nas partidas, sofria pela falta de entrosamento. Além disso, o técnico Domenico Di Carlo montava uma equipe para o contragolpe, mas exigia que o colombiano ficasse preso dentro da área – explica Joza Novalis, editor do site Futebol Portenho.

– Trata-se de um jogador frio e com boa condição mental para lidar com grandes jogos, mas tende a se irritar quando seus companheiros cavam buracos no campo para se esconder. Nessas situações pode cair no erro de tentar resolver tudo sozinho. O efeito disso é que às vezes dá certo; às vezes não. E quando não, sua atuação constrói a falsa impressão de que sua presença na equipe é contraproducente. Ou seja, Uribe não é jogador para a construção de equipes, mas aquele que se chega à uma equipe pronta pode elevá-la a um nível ainda mais relevante – continuou Joza.
 

Fora de campo, Uribe é homem de família, não se envolve em polêmicas e dificilmente será flagrado em baladas por algum torcedor. Pensa somente em jogar futebol, raramente recebe cartões, principalmente vermelhos, no Toluca, demorou mais de um ano e meio para levar um – Joza Novalis.

 


 
Em 2012 o atacante retornou ao seu país de origem, emprestado para o Atlético Nacional e posteriormente comprado pelo clube colombiano. Foi pelo Atlético Nacional que Uribe ganhou seus dois únicos títulos, os campeonatos nacionais de 2013 e 2014 – o atacante também estaria na final da Libertadores daquele ano, perdida para o San Lorenzo, mas foi vendido ao Millionarios no meio da temporada.

Em 2015, defendendo as cores do Millionarios, Uribe teve o seu melhor ano no quesito gol marcado por partida, foram 23 jogos e 15 gols, aproveitamento de pouco mais de 65%. A partir desse ano, o atacante ganhou relevância sul-americana e não deixou de ser consistente desde então. Nas últimas três temporadas, já pelo Toluca, Uribe fez 119 jogos e marcou 61 gols, média pouco acima de um gol a cada dois jogos.

– Fernando Uribe é centroavante de grande movimentação. É centroavante e fazedor de gols. Ele pode atuar como segundo atacante, como extremo etc, mas sempre vai procurar centralizar no terço final, tem bom passe final e faro de gol. Pela altura, chama a atenção sua capacidade de fazer gols de cabeça, mas isto tem a ver com outra de suas boas características, a de cavar espaços entre os zagueiros e achar o melhor posicionamento para arrematar. Porém, se este é um traço positivo de Uribe pode se converter também em problema, caso os demais jogadores não interpretem bem a sua movimentação rápida e eficiente, finalizou Joza.

Confira a ficha técnica do jogador:

Nome: Fernando Uribe Hincapié
Nacionalidade: Colômbia
Nascimento: 01 de janeiro de 1988 (30 anos)
Posição: Atacante
Pé, altura e peso: Esquerdo, 179cm e 77kg
Clubes que já passou: Atlético Huila (COL), Girardot (COL), Cortuluá (COL), Deportivo Pereira (COL), Once Caldas (COL), Chievo Verona (ITA), Atlético Nacional (COL), Millionarios (COL) e Toluca (MEX).
 

Imagens destacada no post e redes sociais: Divulgação / Twitter: @TolucaFC

Quer ser apoiador do Mundo Rubro Negro? CLIQUE AQUI
 

LEIA TAMBÉM

> 1 milhão de inscritos na Fla TV: a cronologia do sucesso
> Flamengo/Marinha é o Brasil nos Jogos Mundiais Militares
> Flamengo receberá cerca de R$ 8 milhões pela venda de Jonas
> MRN entrevista o ex-VP de Marketing Luiz Eduardo Baptista: eleições, futebol e a luta contra os detratores continua
> Campeonato Brasileiro sub-20: Flamengo estreia na Arena da Baixada
> O falso nove decisivo, o goleador europeu, a promessa argentina e o matador a baixo custo: uma análise de quatro centroavantes para o Flamengo

Compartilhar: