Compartilhar:

Após uma pequena novela, o volante Jonas foi anunciado de forma oficial pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita. A negociação havia sido fechada desde o último dia 22, mas o Flamengo aguardava garantias financeiras para sacramentar a transferência, e elas foram apresentadas, hoje, pelos árabes. A informação foi dada em primeira mão pelo jornalista Raphael Zarko, do globoesporte.com.

Mundo Rubro Negro apurou os valores da negociação, feita em dólar, e descobriu que o Fla receberá cerca de R$ 8 milhões pelos 70% dos direitos econômicos que detém. A quantia é pouco mais de três vezes maior que o valor desembolsado pelo Flamengo na compra do “Schweinsteiger do Nordeste”, em 2014, e deve ser depositada até o próximo sábado, segundo o GE.

Em seu Instagram, Jonas se despediu da Nação

— Quero deixar registrado meu agradecimento a essa Nação, que sempre levarei comigo, assim como, a todos os meus companheiros e funcionários do clube, aos treinadores de maneira especial, aos Professores Luxemburgo, Carpegiani e Barbieri, que sempre apostaram em meu trabalho –, afirmou.

A vida é feita de desafios. Encerro hoje meu ciclo com o Flamengo, para seguir em busca de um novo desafio. Quero através deste, deixar registrado meu agradecimento a essa Nação, que sempre levarei comigo, assim como, a todos os meus companheiros e funcionários do clube, aos treinadores de maneira especial, aos Professores Luxemburgo, Carpegiani e Barbieri, que sempre apostaram em meu trabalho, não deixando também em citar a confiança do Presidente Bandeira de Mello, do CEO Bruno Spindel e Rodrigo Caetano, que hoje já não exerce função no clube, mas sempre foi muito importante nessa minha trajetória. Agradeço a Deus, a minha família, ao meu empresário Eduardo Maluf e todo meu staff de trabalho, por sempre estarem ao meu lado, independente do momento ou condição ou clube. Ao meu Estado do Piauí, a minha cidade Teresina e os Clubes por onde eu passei minha eterna gratidão. Que Deus abençoe a todos !!

A post shared by ???? (@jonas27sousa) on

Em sua primeira passagem pelo Flamengo, Jonas ficou marcado pelas entradas duras nos adversários, como no episódio com o atacante Gilberto, no clássico contra o Vasco, em 2015. Nas duas temporadas seguintes, acabou sendo seguidamente emprestado, passando por Ponte Preta, Dinamo Zagreb e Coritiba.

No início deste ano, o então técnico Paulo César Carpegiani optou por manter o volante no elenco do Flamengo. A partir daí, Jonas viveu seus melhores momentos com o Manto, sendo até titular nas duas primeiras partidas da equipe na Libertadores – já que o volante Cuéllar estava suspenso.

Ao todo, fez 61 jogos pelo Fla (23, em 2018) e marcou um gol. Em sua última partida, contra o Palmeiras, no Brasileirão, foi um do seis expulsos na confusão generalizada entre as equipes (Jailson, Dudu e Luan, pelo Palmeiras; Cuéllar, Jonas e Henrique Dourado, pelo Flamengo).

Confira a publicação do Al-Ittihad anunciando o volante

Imagem destacada: Divulgação/ Al-Ittihad

Quer que esse trabalho continue? Então precisamos que você torne-se apoiador do site! Acesse apoia.se/mrne saiba como é fácil contribuir a partir de 5 reais mensais.


Compartilhar: