Compartilhar:
WhatsAppFacebookTwitterTelegram

João Pedro Ladeira, da equipe MRN Informação

Flamengo e Grêmio se enfrentam pela volta da semifinal da Libertadores só no próximo dia 23, mas os bastidores para a partida já estão fervendo. 

Após o apito final na partida do último domingo, frente ao Athletico-PR, o Flamengo emitiu uma nota oficial repudiando a conduta do VAR alegando um pênalti claro que não foi marcado para o Rubro-Negro da Gávea. No penúltimo parágrafo da nota, o Flamengo relembra que o árbitro de campo na partida contra o Athletico, será o auxiliar do VAR contra o Grêmio na semifinal da Libertadores e reitera que espera que outros episódios como esse não aconteçam mais: “Esperamos que episódios como esses não voltem a ocorrer, especialmente no dia 23, quando o árbitro de hoje estará envolvido novamente em uma partida importantíssima.” 

Ontem, em entrevista coletiva, o diretor de futebol do clube gaúcho, Alberto Guerra, disse que o Flamengo “quis chamar atenção” com a nota oficial.  
 
“Não preocupa e não estou surpreso, pois este é o Flamengo. Obviamente, também temos as nossas preocupações (em relação a arbitragem) e estamos trabalhando em silêncio. Não através de uma nota que é para chamar a atenção”, concluiu o dirigente. 

Fato é que Bráulio estará sendo bastante pressionado após esse episódio do último domingo e a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou que ele estará na cabine do VAR para o duelo mais importante do Flamengo nos últimos 34 anos. Já que de ontem para hoje surgiu um burburinho de que Bráulio teria pedido dispensa da partida. 

Confira a nota completa do Flamengo: 

O Clube de Regatas do Flamengo lamenta ter que se posicionar a respeito da arbitragem do Campeonato Brasileiro. Acreditamos que reclamações por parte de qualquer diretoria mancham a imagem do campeonato e, por isso, vínhamos adotando como postura não nos manifestarmos depois de cada jogo, apesar de já termos presenciado várias situações que, ao nosso ver, prejudicaram claramente nossa equipe.  

Não podemos, porém, nos calar após o acontecido na partida de hoje. A coincidência temporal entre a pressão pública feita por diretorias de concorrentes ao título e o ocorrido em campo no jogo contra o Athletico Paranaense nos preocupa muito. A atuação da arbitragem, tanto no campo quanto no VAR, foi desastrosa e muito prejudicial ao Flamengo.  

Esperamos que episódios como esses não voltem a ocorrer, especialmente no dia 23, quando o árbitro de hoje estará envolvido novamente em uma partida importantíssima.  

Uma arbitragem isenta e de alto nível: isto é o que o futebol brasileiro deseja e precisa. 


O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar:
WhatsAppFacebookTwitterTelegram