Compartilhar:
WhatsAppFacebookTwitterTelegram

João Pedro Ladeira, da equipe MRN Informação

Flamengo e Corinthians duelaram neste domingo (3), no Maracanã. O time paulista vinha em frangalhos após uma derrota para o CSA, em Maceió, e uma pressão enorme em cima do técnico Fábio Carille. O Flamengo, que não tem nada com isso, só conseguiu balançar as redes do frágil Corinthians aos 43’ da primeira etapa, quando Arrascaeta sofreu pênalti claro de Cássio. Bruno Henrique, dono do jogo, marcou o primeiro dele e do Fla na partida. 

No segundo tempo o que se viu foi um massacre já esperado, não só pelo já citado fraco time alvinegro, mas também pelo ótimo Flamengo que mostrou, após uma vitória magra sobre o CSA e empate contra o Goiás, – quando começaram a questionar se o gás do time Rubro-Negro havia acabado -, que o time tem fome de vitória e está preparado para a final da Libertadores. 

Com a goleada por 4 a 1, o Mais Querido chegou à marca de 17 jogos sem saber o que é perder pelo Campeonato Brasileiro e igualou a maior sequência sem derrotas do clube, feito alcançado pelo time de 1980, quando o Rubro-Negro foi campeão brasileiro pela primeira vez.

O próximo adversário será o Botafogo, na quinta-feira (7), no Estádio Nilton Santos, às 20h. O Flamengo joga para manter, ou quem sabe aumentar, a vantagem sobre o vice-líder Palmeiras e para conseguir a maior invencibilidade do time na história do torneio.  


Não deixe de ler também

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar:
WhatsAppFacebookTwitterTelegram