Compartilhar:

Yago Martins, do MRN Informação

A noite da última quarta-feira (24) foi de terror para os rubro-negros. Após ser derrotado por 2 a 0 pelo Emelec, na partida de ida das oitavas de finais da Libertadores, o clube soube que a lesão sofrida por Diego é grave, e o meia deve se afastar dos gramados no mínimo por três meses.

Diego sofreu uma fratura-luxação no tornozelo esquerdo, com fratura óssea, lesão ligamentar. O tratamento é cirúrgico. A fratura é considerada complexa. Amanhã (quinta-feira), quando ele chegar de viagem, será reavaliado por mim no hospital, com outros exames complementares para avaliarmos a real extensão dessa lesão. Vamos agendar a cirurgia o mais breve o possível” – disse o médico Marcio Tannure, do Flamengo. A operação do camisa 10 acontecerá na tarde desta quinta-feira (25).

Com Diego provavelmente fora até o fim da temporada, a contratação de um atleta para a posição não está descartada no clube.

Arrascaeta e Everton Ribeiro também estão lesionados, mas voltam nas próximas semanas, porém, um reserva para a posição ficará faltando no elenco.

O MRN listou alguns meias que podem ser interessantes ao clube da Gávea. Confira.

Foto: Flamengo/Divulgação

Alan Patrick – brasileiro, 28 anos. Atua no Shakhtar desde 2017, após ter saído do Flamengo no final de 2016. Tem passagens também por Santos, Internacional e Palmeiras. Na última temporada atuou em 27 jogos, com 2 gols e 5 assistências na Liga Ucraniana. Na Champions League, Alan Patrick entrou em campo cinco vezes e deu um passe para gol.

Com contrato até 2022 na Europa, e um valor de mercado de cerca de 4 milhões de euros (segundo o Transfermarkt), o Fla teria que desembolsar uma boa quantia para contar com a volta do meia. Negociação teria que ser fechada até dia 31 de julho, quando se encerra o prazo de contratações para o futebol brasileiro. Para contratar após esta data, o atleta teria que rescindir com sua equipe, ficando livre para assinar com qualquer outro clube.

Foto: Chelsea/Divulgação

Lucas Piazon – brasileiro, 25 anos. É jogador do Chelsea desde 2012, mas nunca se firmou no clube inglês. Na última temporada defendeu o Chievo Verona-ITA, e fez apenas quatro partidas na Liga Italiana, marcando nenhum gol e dando nenhuma assistência. Também passou por Fulham-ING, Málaga-ESP, Vitesse-HOL, Frankfurt-ALE, entre outros clubes europeus. Tem contrato com o Chelsea até junho de 2020, mas sua saída não é considerada difícil, já que não se firmou em solo inglês.

Foto: Reprodução

Ben Arfa – francês, 32 anos. Sem clube desde o início de julho, estava no Rennes-FRA, onde foi campeão da Copa Francesa vencendo o PSG nos pênaltis. Tem passagens por Lyon, Newcastle e também atuou no Paris Saint-Germain. Na última temporada atuou em 26 jogos, com 7 gols e 2 assistências.

Foto: Atlético-MG/Divulgação

Cazares – equatoriano, 27 anos. Atua no Atlético-MG desde 2016, e ainda não completou as sete partidas no Brasileirão. Pelo campeonato nacional atuou em 6 jogos, com 3 gols e nenhuma assistência.

Foto: Cruzeiro/Divulgação

Rodriguinho – brasileiro , 27 anos. Atua no Cruzeiro desde o início do ano, e ainda não completou as sete partidas no Brasileirão. Pelo campeonato nacional atuou em 5 jogos, com 1 gol e nenhuma assistência.

Foto: Santos/Divulgação

Cueva – peruano, 27 anos. Vice-campeão da Copa América com sua seleção, Cueva atua no Santos desde o início do ano, e ainda não completou as sete partidas no Brasileirão. Pelo campeonato nacional atuou em 6 jogos, com nenhum gol e uma assistência.

Não deixe de ler também

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar: