Compartilhar:

Tradicional para alguns, desnecessário para outros. O Campeonato Carioca começa amanhã (17) para o atual campeão Flamengo. No Grupo B, o mesmo do Vasco, o Rubro-Negro entrará na competição com uma equipe alternativa, formada em sua maioria por atletas da base. Com o foco voltado para a estreia na Libertadores, esta será uma boa oportunidade para o Mais Querido utilizar o Estadual como uma verdadeira extensão da pré-temporada, dando rodagem ao elenco e experiência em jogos profissionais ao atletas que foram promovidos à categoria há pouco tempo, como o atacante Lincoln, o volante Jean Lucas e o zagueiro Thuler, principalmente após algumas mudanças que aconteceram nas regras do torneio.

Em 2018, qualquer jogador com contrato ativo e sem pendências poderá ir a campo. Esta mudança acaba abrindo espaço para a utilização dos garotos. Até o ano passado, havia uma restrição no Regulamento Geral (parágrafo 7, artigo 35) que limitava em 10 o número de atletas com menos de 20 anos utilizados na competição – destes, apenas 5 podiam ser relacionados por jogo.

Na prática, a medida havia sido criada para evitar que os times grandes colocassem equipes desfiguradas em campo. Porém, com a participação do Flamengo na final da Sul-Americana e a necessidade de cumprir os 30 dias de descanso previstos em lei, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) se viu obrigada a derrubar o artifício que dificultava a escalação de equipes alternativas. A medida acabou também beneficiando o Vasco, que joga a “pré-Libertadores” ainda no mês de janeiro.

Outra mudança que irá colaborar na utilização dos atletas da base é o aumento do número de substituições. Agora, os técnicos poderão fazer cinco mudanças ao longo do jogo. O modelo adotado será parecido com o da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Cada equipe só poderá parar a partida em três oportunidades para efetuar as trocas. Ou seja, os atletas deverão entrar de forma conjunta para que seja possível fazer as cinco alterações. O número de jogadores suplentes também foi aumentado, podendo chegar a até 12, dependendo da capacidade do banco de reservas.

Com nível técnico baixo e excesso de datas, o Campeonato Carioca acabou perdendo uma parcela significativa de sua relevância nos últimos anos. Por este motivo, a Federação tem tentado implementar uma série de mudanças na competição, visando a valorização do seu produto, embora acabe piorando a situação em algumas oportunidades, como nas últimas mudanças da fórmula de disputa do torneio, nos últimos anos.

Os beneficiados

Sem poder contar com os jogadores do elenco principal (por causa do período mínimo de férias) e tendo a estreia no Campeonato Carioca marcada para o dia 17, o Flamengo acabou criando o grupo alternativo que disputará os primeiros jogos da competição. No dia 4, Gabriel Batista, Thuler, Klebinho, Jean Lucas, Ronaldo, Jajá e Jonas (o único não formado na base) se reapresentaram no Ninho do Urubu para iniciar a pré-temporada. Logo em seguida, Hugo SouzaPatrickMichaelPepêLucas Silva e Wendel, que disputavam a Copinha, foram convocados para o time.

Embora o Flamengo planeje colocar gradualmente os principais jogadores do elenco na competição, o Carioca pode ser uma grande vitrine para os garotos da base mostrarem o seu valor. Dependendo do futebol apresentado, alguns podem buscar até mesmo uma vaga no time titular. É o caso das laterais. Sem reforços, o Rubro-Negro seguirá dependendo dos questionados Pará e Rodinei, na direita, e Trauco e Renê, na esquerda. Com passagens pelas seleções de base, Klebinho e Michael são vistos como promessas nas respectivas posições e podem acabar virando opções.

Além do grupo alternativo, Vinícius Júnior, Lincoln, Thiago, Léo Duarte e os outros reservas que se reapresentaram no último sábado (13) devem ganhar rodagem ao longo do Campeonato Carioca.

Primeiro jogo do Flamengo

Clube com maior número de títulos do Campeonato Carioca (34), o Flamengo terá seu primeiro desafio na competição amanhã, no Raulino de Oliveira, contra o Volta Redonda. Para a partida, que começa às 21h45, o técnico Paulo César Carpegiani deve usar a seguinte escalação: Gabriel Batista, Klebinho, Thuler, Patrick e Jájá; Jonas, Ronaldo, Jean Lucas e Pepê; Lucas Silva e Wendel. Além do goleiro Hugo Souza e do lateral Michael, outros atletas da base devem completar o banco de reservas.

Além do Vasco, Volta Redonda, Cabofriense, Bangu e Nova Iguaçu completam o grupo do Flamengo.

 

Crédito da imagem destacada: Gilvan de Souza/ Flamengo

Seja APOIADOR do Mundo Rubro Negro. Sua contribuição é toda destinada à equipe MRN Informação de jornalismo. ?

::NOVA CAMPANHA::

OBJETIVO: R$ 3.000 PARA O ALUGUEL DA NOSSA REDAÇÃO*
ATUAL: R$ 711

? R$ 5/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site.
? R$ 10/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores.
? R$ 20/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores;
– Publicar textos no blog Cultura Rubro-Negra.
? R$ 50/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores;
– Publicar textos em um blog exclusivo, concebido pelo próprio apoiador;
– Participar de reuniões pautas online e offline com a equipe MRN Informação.
? R$ 200/mês*
– O apoiador pode anunciar sua empresa, produto ou serviço. Antes de aderir a esta modalidade de apoio, entre em contato com o nosso marketing. *À combinar

Acesse apoia.se/mrn ou entre contato diretamente pelo nosso email ([email protected]) ou Whatsapp: 21 99419-6540.

Compartilhar: