Compartilhar:

O caso demonstra as dificuldades enfrentadas por milhões de jovens brasileiros em busca do sonho de ser jogador de futebol

Bruno Vicente, do MRN Informação

Acostumado a brilhar dentro de campo, o atacante sub-17 do Flamengo, Weverton Sousa, fez uma jogada de craque também fora das quatro linhas, nesta quarta-feira (17). Após tomar conhecimento de uma publicação do jovem Luccas Macedo, pela qual pedia ajuda para conseguir uma nova chuteira, o Garoto do Ninho se solidarizou como caso doou um novo calçado para o meio-campista do Bela Vista FC.

Luccas tem 18 anos e, assim como outros milhões brasileiros, alimenta o sonho de seguir na carreira de jogador de futebol. Também igualmente, o jovem sabe que para conquistar o objetivo precisa superar as dificuldades, principalmente financeiras, impostas em seu caminho. E nesta semana não foi diferente. Tendo apenas um par de chuteiras para treinar e jogar, o atleta viu sua ferramenta primordial para a realização do sonho sucumbir-se diante do desgaste causado pelo frequente uso.

Foi então que, movido pela esperança de quem aprendeu a não desistir, Luccas teve a ideia relatar sua situação no Twiiter. Em algumas horas, as três publicações do meio-campistas geraram milhares de compartilhamentos e chegaram até Weverton Sousa. “Só quem é atleta pobre sabe o que é não ter dinheiro para lanchar depois do treino. Para muita gente não faz diferença, mas para quem batalha, sabe o quanto ajuda uma caneleira, uma chuteira, um meião”, contou Luccas nas publicações.

O Garoto do Ninho, por sua vez, ao tomar conhecimento do caso, não pensou duas vezes e entregou nesta tarde um par de chuteiras. “Feliz em poder te ajudar. Sucesso na sua caminhada. Me emocionei com a sua história de vida, Jesus vai te honrar muito nesta terra”, disse o atacante do Mais Querido ao entregar o novo calçado.

Ao Mundo Rubro Negro, Luccas contou que, além da chuteira, Weverton ainda arcou com o dinheiro da passagem até Comendador Soares (bairro de Nova Iguaçu) e com o lanche. Já com a nova ‘parceira’ em mãos, o atleta do Bela Vista postou um vídeo na rede social agradecendo o gesto. “Que papai do céu te abençoe meu mano. Ainda vamos jogar juntos um dia”, comentou.

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar: