Compartilhar:

O volante Willian Arão vem tentando recuperar o prestígio com os torcedores do Flamengo, e ”avançou mais uma casa” nesta semana. O atleta saiu aplaudido quando foi substituído por Hugo Moura, na vitória por 2 a 0 contra o Madureira, da última terça-feira.

Em entrevista ao site GloboEsporte.com, o jogador comentou sobre seu momento: ”Sou um cara autocrítico, sei quando joguei bem. Sei que alguns torcedores fazem uma crítica construtiva ou são levados pela emoção, e a gente tem que entender isso também. Outros não gostam de mim porque simplesmente não gostam, e a gente tem que saber diferenciar. É entender quando jogo bem ou mal, converso com algumas pessoas também que entendem de futebol. O mais importante é que tenho jogado bem e quero dar continuidade.”

Arão ainda falou acerca de Abel, e fez uma revelação sobre o que o treinador fez, quando chegou ao Flamengo: ”Ele me ligou quando chegou, não me prometeu nada, mas disse que gostaria de contar comigo. Fiquei feliz pela ligação, pela importância que demonstrou que eu teria para o time. Vindo do Abel, do profissional e ser humano que ele é, receber um elogio e às vezes até uma bronca também. Você sabe que não é por maldade, não é de sacanagem, é para o seu crescimento. Fico muito feliz de estar podendo trabalhar com ele no dia a dia, sem dúvida meu futebol vem crescendo porque ele tem me ajudado muito, assim como meus companheiros. Ele vem fazendo um grande trabalho, dando confiança para todos os jogadores. Acho que estou no caminho certo, evoluindo, crescendo”.

Com Willian Arão em campo, o Flamengo enfrenta o Fluminense neste domingo, pela última rodada da Taça Rio, em busca da classificação para a semifinal do turno. Na semi do Estadual, o Rubro-Negro já está garantido pela classificação geral. O jogo será às 16h, no Maracanã.

Leia também


Ou
Banco do Brasil:
Agência 3652-8
Conta Corrente 43937-1

*Créditos de imagem destacada e nas redes sociais: Flamengo/Divulgação

Compartilhar: