O torcedor rubro-negro que foi ao Engenhão na tarde deste domingo voltou para casa com o grito de “é campeão” entalado na garganta. Sem conquistar um título desde de 2014, quando venceu o Campeonato Carioca em cima do Vasco, o Flamengo desperdiçou a oportunidade de levar mais uma taça para sua gloriosa galeria. Após um primeiro tempo de cinco gols, o Mais Querido buscou o empate no final da etapa complementar com Guerrero. Nas penalidades, porém, o Fluminense saiu vencedor do duelo (4×2).



Depois do clássico, o técnico Zé Ricardo refletiu sobre o resultado apontando os erros de sua equipe e enaltecendo as virtudes do adversário. O treinador ainda falou sobre a Libertadores, indicando as falhas que não podem ser cometidas na competição mais importante para o clube na temporada. O Rubro-Negro estreia na próxima quarta-feira (08), no Maracanã, contra o San Lorenzo.

Adversário melhor

– O primeiro tempo foi atípico, demoramos um pouco a fazer a leitura defensiva da estratégia que o Flu colocou. Os gols foram estranhos, mas não tira a responsabilidade. Flu esteve mais concentrado do que nossa equipe, acredito que teve mais merecimento na vitória. Acho que foi grande partida, não é todo dia que tem final de campeonato com seis gols.

Análise do jogo

– Buscamos rapidamente o empate, a virada. O resultado do primeiro tempo não traduziu o rendimento que gostaríamos de ter tido. O segundo tempo foi mais equilibrado. Tivemos que abrir mais, com opções de homens de frente, tivemos oportunidades com Berrío, Guerrero, Rômulo passando que o Berrío não enxergou… Mas estão todos de parabéns. Foi um dia que não estivemos brilhantes tecnicamente, estávamos desconcentrados, digamos assim. Mas lutamos até o fim, acreditamos que poderíamos buscar. Conseguimos, mas nos pênaltis eles foram mais felizes.

Tropeço às vésperas da Libertadores

– Serve de alerta. Quarta-feira tem nova batalha, competição mais importante do continente. Continuamos invictos, porque empatamos o jogo. Na disputa de pênaltis eles foram mais competentes. Agora é tentar recuperar rapidamente todo mundo. Tinha que manter confiança em alta, mesmo não fazendo partida tão brilhante como não fizemos hoje. Conseguimos buscar força, resultado. Na quarta a torcida vai ver a equipe muito concentrada, fazer grande jogo contra o San Lorenzo.

Escolha dos batedores

– Todos os batedores ali têm aproveitamento muito bom. Foi quem estava se sentindo melhor, inteiro para bater. Acontece. Hoje tivemos vento contra. Acontece na vida de todo mundo, temos que passar por isso e olhar para frente.

Erros que não podem ser cometidos

–  Acredito que precisamos nos concentrar. Libertadores não costuma dar chance para esse tipo de erro. O San Lorenzo é uma equipe tradicionalíssima, precisamos respeitá-los, estarmos muito atentos. Vencer em casa é fundamental. Precisamos ser ofensivos na medida certa, mas não dando espaço, como aconteceu hoje no primeiro tempo. Que esse primeiro tempo possa ter servido para o desafio de quarta-feira.

Foto: Gilvan de Souza 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN


Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!