O técnico Zé Ricardo aprovou a atuação do Flamengo na vitória contra o Macaé, mas disse que o time ainda tem muito a evoluir.

– Nossa ideia é que a gente consiga ter uma equipe cada vez mais equilibrada, tanto ofensiva quanto defensivamente. A gente sabia que o Macaé tinha jogadores rápidos, principalmente o Marquinhos, o Romário e o Rafinha, e a gente entendeu que se controlasse a bola no campo de ataque tinha mais chance de controlar o jogo. Essa foi a ideia de jogo. Acredito que do jogo do Boavista para esse jogo nesse aspecto a gente evoluiu- afirmou. – O ambiente de trabalho é muito bom, acho que isso é favorecido pela compreensão deles do trabalho que a gente quer desenvolver. Não é comprar a minha ideia, é comprar a nossa ideia. Acho que demos um passo adiante em relação ao último jogo, mas ainda precisamos acertar muitas coisas para a temporada. Isso também passa pela utilização maior de todo elenco, a expectativa é que todo mundo esteja pronto quando for solicitado.

Zé Ricardo não quis opinar sobre a expulsão de Éverton, mas elogiou a participação do meia, que desfalcou o time na estreia do Carioca, na partida.

– O Éverton sempre foi um jogador participativo, taticamente cumpre muito bem o papel. O lance da expulsão eu não posso fazer muito comentário, ainda não vi o lance com mais detalhe. Mas ele fez aquilo que a gente pediu, cumpriu bem, teve oportunidade no segundo tempo de duas vezes finalizar, o placar poderia ter sido mais elástico. Fico satisfeito com a boa participação dele, espero que ele mantenha esse nível, até eleve esse nível, porque vai ser extremamente importante nessa temporada.

Ele explicou por que optou em tirar Mancuello, que fez uma excelente partida, e Diego de campo no segundo tempo.

– No intervalo do jogo tanto o Mancuello quanto o Diego deram um depoimento pro departamento médico que estavam sentindo um pouco a perna pesada. O Mancu tá em adaptação à função, ali ele cumpre muito mais, é muito mais exigido na parte física. Ele está em adaptação não só na questão técnica e tática, mas também na parte física. E o Diego estava com um pequeno incômodo no adutor. Quando a gente perdeu um jogador, a gente não viu necessidade de expor ele a fazer um lado de campo, ter que correr atrás de lateral, poderia agravar esse tipo de incômodo. É uma temporada desgastante, então temos que pensar em todos os aspectos. A gente entende a reação da torcida, que quer ver seus ídolos em campo, mas tem que pensar com a razão, não só com o coração.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.