O técnico Zé Ricardo não quis polemizar com o atacante Emerson Sheik, que após não ter seu contrato renovado com o Flamengo, acusou o treinador de “se perder” ao não escalá-lo com regularidade ao longo da temporada. Em entrevista à Rádio Globo, Zé Ricardo desejou sorte ao atacante em seu próximo clube.

– Minha resposta é agradecer ao Emerson, porque eu não tenho exatamente nada para falar dele, apenas escolhi aqueles atletas nas diversas situações que aconteceram. Ele foi profissional comigo no período que esteve e agora nossos caminhos vão tomar direções diferentes. Eu vou desejar boa sorte pra ele porque eu tenho a preorrogativa de escolher aqueles atletas para jogar e para executar as funções no campo e, como ele fala, o treinamento é minha única maneira de avaliar. O Emerson é um jogador com uma história belíssima no Campeonato Brasileiro, três vezes campeão, e uma história também muito bonita no Flamengo. Eu só tenho que agradecer, não tenho exatamente nada para rebater em relação a isso – afirmou.

O técnico também comentou as críticas que recebe por conta de sua inexperiência no futebol profissional – que Sheik também atacou na entrevista à FM O Dia.

– Na vida a gente sempre começa, tem que começar em alguma hora. E eu tentei passar para os atletas que eu estava ali para ajudá-los e mostrar para eles o que eu entendia que poderia ser melhor para o nosso grupo. Eu fui um felizardo porque tive um grupo que entendeu, absorveu as informações. E como é um grupo inteligente, um grupo com boa qualidade técnica, eu tinha certeza que tinha tudo para dar certo. Sobre a questão da experiência eu entendo a aflição de alguns torcedores, porque isso faz parte, e o que eu posso dizer em relação a isso é que a gente trabalha muito, se dedica bastante, é quase que o dia inteiro pensando no Flamengo. E a gente vai continuar trabalhando para que a gente possa satisfazer também essas pessoas que hoje entendem que a gente não tem essa experiência toda, mas com muito trabalho, dedicação e muito conjunto, porque a nossa comissão técnica trabalha muito em conjunto, e com o apoio da direção, que é o mais importante, a gente possa chegar ao nosso objetivo.

Apesar da mágoa exposta por Sheik, Zé Ricardo disse que acredita ter criado um excelente ambiente de trabalho no Flamengo e que isso é meio caminho andado para o sucesso dentro de campo:

– Administrar um elenco não é fácil, mas desde que você trate todo mundo com muito respeito, de forma igual, mas com um sentido de meritocracia, todo mundo até entende a opção do treinador. Desde o início foi isso que aconteceu, eu tenho que agradecer a direção do Flamengo pelo apoio que me deu, a todos os membros da comissão técnica e principalmente os atletas, que entenderam que a gente precisava dar uma resposta pra nossa torcida e principalmente pra eles. Até brincava com eles que a gente é igual às cartoletas, a gente tem nosso valor, e ele vai aumentando ou diminuindo. Se a gente se unisse e trabalhasse em virtude de um bem comum, a gente poderia aumentar o nosso valor. Acredito que a direção está sendo bem pontual, cirúrgica pra trazer esses atletas, porque o mais importante para mim no futebol é o ambiente que você cria no seu dia a dia, ter o vestiário é metade do caminho andado. A gente criou um ambiente muito bom de trabalho lá no grupo onde a gente sentia prazer dos atletas estarem no nosso dia a dia e nós no dia a dia deles. E fomos criando uma identidade, junto com o apoio da nossa torcida, importantíssimo, e dos resultados, importante o resultado acontecer também, a gente conseguiu fazer um caminho legal.