A Liga Nacional de Basquete (LNB), confirmou na tarde desta quinta-feira que o duelo entre Vasco e Flamengo pelo Novo Basquete Brasil está mantido para o próximo sábado (28), às 14h, mas não haverá presença de torcida no ginásio Rio Arena, na Barra da Tijuca. A decisão se deu em razão da falta de segurança para a realização da partida. Diante do impasse e para não causar mais prejuízos aos envolvidos, a LNB decidiu realizar a partida com os portões fechados.

Em nota oficial, a organizadora do NBB diz lamentar profundamente a decisão do Comando Geral da Polícia Militar do RJ, que só na última terça-feira alegou não ter efetivo suficiente para atender todos os eventos que acontecerão na cidade no próximo sábado. A PM diz não ter sido consultada formalmente sobre o planejamento do jogo, e só tomou ciência da realização do evento ao ver a tabela da competição na internet.

Inicialmente marcado para o dia 18 de dezembro, o clássico teve de ser remarcado por questões de segurança. Na oportunidade, o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) comunicou que nenhum ginásio do Rio tinha condições para receber as duas torcidas. Na segunda-feira (23), o Vasco, mandante da partida, confirmou o jogo e, inclusive, chegou a anunciar a venda de ingressos para o confronto.

No dia seguinte, porém, foi a vez da Polícia Militar se manifestar. A corporação pediu o adiamento da partida por não ter efetivo suficiente para atender toda demanda de eventos que acontecerão na cidade no próximo sábado. Além do duelo pelo NBB, o Botafogo enfrenta o Nova Iguaçu pelo Campeonato Carioca, haverá ensaio das Escolas de Samba e a Operação Praia.

Leia a nota oficial da Liga Nacional de Basquete.



Nota Oficial

A Liga Nacional de Basquete (LNB) comunica que, em respeito aos compromissos assumidos com as emissoras parceiras, os patrocinadores do campeonato, os clubes e os fãs de basquete espalhados pelo Brasil, o confronto Vasco da Gama e Flamengo será mantido neste sábado (28/01), às 14 horas, porém, com portões fechados.

A decisão de se realizar a partida com portões fechados foi tomada em virtude da ausência da Polícia Militar do Rio de Janeiro que informou, somente nesta terça-feira (24/01), a falta de efetivo para atender à partida.

O comunicado surpreendeu a todos, uma vez que o evento estava confirmado para esta data desde o seu adiamento em dezembro, o qual foi feito com o conhecimento da PM do RJ. A confirmação do jogo, juntamente com a solicitação de policiamento, foi enviada pelo Vasco da Gama através de ofício datado em 07 de janeiro de 2017 e endereçado ao Comando Geral. A resposta, via GEPE, Ofício 006/2017 de 16 de janeiro, reconhecia a partida, solicitava o envio de certificado de registro do corpo de bombeiros, o que foi prontamente atendido pelo Vasco, e não apresentava nenhuma dificuldade no envio de contingente.

A LNB lamenta profundamente a decisão do Comando Geral da PM do RJ que nos leva, por consequência, a realizar a partida sem público em virtude da falta de segurança. A solicitação por parte da PM pelo segundo adiamento é, conforme dissemos acima, um desrespeito a todos os envolvidos. Desta forma, a LNB manterá o jogo de acordo com as condições que se estabelecem.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.