O Flamengo emprestou, até o final deste ano, o zagueiro Dumas e o meio-campista Trindade para o FC Goa. O time comandado por Zico fez pré-temporada no Rio e o Mundo Rubro Negro visitou o CFZ para conversar com as duas promessas rubro-negras.

 

Por Diogo Almeida (Twitter: @DidaZico)

A formação de novos valores para o futebol costuma ser apresentada como fundamental para qualquer time de futebol do mundo. Alguns contam com uma força econômica tão grande que em seu plantel profissional quase nunca há vagas para os jovens das categorias de baixo. O Real Madrid é um grande exemplo.

O Flamengo há anos busca incessantemente aquela velha fama de que craque ele faz em casa, construída quase que exclusivamente por conta dos valores que emergiram entre as décadas de 70 e 90. De lá pra cá o clube perdeu um pouco a mão na formação e principalmente na subida desses jovens.

Atualmente o trabalho da Base rubro-negra vem melhorando, principalmente no que tange a estrutura disponível no CT George Helal. Em 2011 o Flamengo foi bicampeão da Copa São Paulo e 5 anos depois constatamos que nenhum daqueles jogadores que trouxeram esperança para a torcida vingou da forma que tanto esperávamos. Em 2016 novamente conquistamos a Copinha. Dessa vez o que chamou a atenção de todos foi o padrão de jogo e a disciplina tática. Nenhum jogador brilhou muito, de modo a obscurecer o grande trabalho feito pelo atual técnico do Profissional, Zé Ricardo.

A despeito do quase nulo uso de jogadores como Léo Duarte, Ronaldo e Vizeu no campeonato carioca de 2016, e das críticas corretas da torcida. Uma boa ideia do futebol rubro-negro foi o empréstimo do meio-campista Mateus Trindade e do zagueiro Rafael Dumas para o FC Goa.

Acompanhamos um treino do time comandado por Zico, em pré-temporada no Rio de Janeiro desde o início de agosto, para saber como Dumas e Trindade estão reagindo a essa curta e insólita aventura em solo asiático ao lado de Zico e de vários jogadores brasileiros consagrados em times grandes.


FC Goa no Brasil e o treino de Zico no CFZ

Quando o ônibus trazendo todo o elenco do FC Goa chegou, o sol já não estava forte e o fim de tarde se aproximava no belo céu claro do Recreio, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, onde fica localizado o Centro de Treinamento do CFZ, sede da pré-temporada de um time recheado de jogadores de vários países do mundo. O inglês era a língua mais falada e o meio comum de comunicação. Zico tinha utilizou-se de um tradutor na preleção, porém dava ordens e gritos de motivação durante o treino em inglês. O clima entre os jogadores era muito descontraído e leve.

O auxiliar-técnico Fernando Vanucci comandou um treino de explosão e movimentação sob os olhares atentos do Galo. As atividades com bola iam variando, sempre buscando a compactação do time com ou sem a bola, toque rápido e verticalização do jogo. Trindade e Dumas eram muito acionados e pouco erravam.

Zico passa instruções para seu time em jogo treino contra o Bangu. Foto: FC Goa

Zico passa instruções para seu time em jogo treino contra o Bangu. Foto: FC Goa

Depois de cerca de 1h30 de treino, Zico encerrou as atividades com um breve papo e liberou os jogadores. A equipe do MRN era a única no CFZ acompanhando. A pauta do dia era conversar com Dumas e Trindade. A parte inesquecível foi ter a oportunidade de ver Zicão comandando um time de futebol. Coisa rara de cobrir em terras tupiniquins, visto que o maior ídolo da história do Flamengo já disse que nunca dirigirá qualquer equipe brasileira, incluindo a do seu coração.
Amanhã, dia 22, o time do pequeno estado de Goa, situado na borda oeste do extenso litoral indiano, embarca novamente para sua terceira temporada na Hero Indian Super League, cada vez mais conhecida simplesmente por Hero ISL. Zico está no projeto desde o início e parece estar gostando de ser a maior celebridade de Goa, colônia portuguesa até 1961.

 

A liderança positiva de Lúcio

Entretanto, Zico não é o único grande nome na “Roma do Oriente”. Lucimar da Silva Ferreira ou apenas Lúcio, o ex-zagueiro da seleção pentacampeã do mundo e jogador consagrado nos gramados europeus, vai para sua segunda temporada com a camisa 3 dos Gauros. Com apenas 13 clubes, que disputam um torneio de pouco mais de dois meses e meio, Lúcio confessa que jogar Hero ISL se enquadra muito bem como parte da tão complicada transição de uma carreira celebrada para a aposentadoria do futebol.

— Realmente não tem como fugir. A idade vai chegando. Graças a Deus eu já tenho um tempo grande no futebol e a família está bem. Não tem como negar que é um momento de passagem sim, apesar de também ser um teste na minha vida. Eu já sou bem resolvido com a questão física. Quando eu sentir que não ta dando mais eu não vou forçar nem tentar me manter apenas pelo nome. Então, se eu estiver bem continuo jogando, se o Goa ou qualquer outro clube quiser contar comigo.
Em relação a Dumas, que vem atuando de titular ao lado de Lúcio nos amistosos de pré-temporada no Brasil, o ídolo de Bayern de Munique e Internazionale de Milão, foi só elogios:
— Ele já nasceu com o dom sem dúvida! Agora é ir aperfeiçoando com muito trabalho. No que depender de mim estarei sempre passando minha experiência. E torcer para que tudo dê certo pra ele.

 

unnamed-2

Lúcio treino no campo do CFZ. Foto: Diogo Almeida / MRN

 

Zé Ricardo aguarda crescimento e espera contar com jogadores no ano que vem

Com idade estourada e até já integrado aos profissionais por Muricy, Dumas não jogou na conquista da Copa São Paulo de Juniores deste ano. Mateus Trindade foi um dos destaques daquele time comandado por Zé Ricardo. Fez grandes jogos na campanha e inclusive um gol na final contra o Corinthians. ZR falou ao MRN sobre a ida das duas revelações para o futebol indiano, sob as asas de Zico.

— O Rafael Dumas jogou na Portuguesa da Ilha. Eu era captador do Audax e o indiquei para o Audax depois de vê-lo na Copa Light. No seguinte ele já estava no Audax e eu mudei de função e comecei a ser treinador dele. Se não me engano isso era 2010. Pelas boas atuações no campeonato carioca ele foi para o Flamengo quando o reencontrei. É um zagueiro rápido, que apesar de não ser muito alto tem boa impulsão e um tempo de bola também muito bom. Canhoto, que é difícil. E um bom passe de saída de jogo. Ele tem muito a ganhar com essa viagem, principalmente porque vai atuar ao lado do Lúcio. Experiência importante.

Zé Ricardo conhece bem os jogadores e espera retorno positivo Foto: Gilvan de Souza Flamengo

Zé Ricardo conhece bem os jogadores e espera retorno positivo
Foto: Gilvan de Souza Flamengo

— A comparação do William Arão com o Trindade é correta. É um meio-campista que tem um bom poder de marcação. Pode jogar de segundo volante e médio adiantado. Uma passada muito boa, um jogador um pouco mais clássico bem ao estilo do Arão mesmo. Boa chegada à frente com finalização de fora da área. Bom cabeceio ofensivo e defensivo. Bom passe, boa visão, distribuição. É um jogador que a gente acredita muito que estes três meses com o Goa irão agregar muita coisa. E, quem sabe, quando retornar ter um espaço também no nosso profissional.

 

Mateus Trindade: consenso para trabalhar em Goa e elogios a Zé Ricardo

“Primeiramente é uma honra ter essa oportunidade de trabalhar com o Zico. O maior da história do Flamengo. Estou vendo essa oportunidade como uma chance muito positiva. Experiência e aprendizado para voltar bem para o Flamengo e conseguir trilhar um caminho vitorioso no clube”.

“A gente chegou a um consenso sim. Todas as partes viram como positiva a viagem. Convivência, outra cultura, outra maneira de jogo. Será uma passagem breve e estou encarando como oportunidade de crescimento mesmo. Trabalhar com o Zico é algo grande por si só. Estou indo, vou trabalhar bem e voltar melhor para o Flamengo”.

“A torcida está certa em abraçar o Zé Ricardo. Ele é um ótimo profissional como vem provando. Um grande técnico. E acima de tudo uma pessoa espetacular. Tem a torcida de todos na Base por que é um ser humano fantástico”.

 

Sequência reproduzindo o importante gol de Trindade na final da Copa SP. Foto Reprodução YouTube

Sequência reproduzindo o importante gol de Trindade na final da Copa SP. Foto Reprodução YouTube

 

Rafael Dumas: crescimento e amizade com o ídolo Lúcio

Está sendo muito bom trabalhar com o Zico. Um cara conhecido e reconhecido mundialmente. Maior ídolo da história do Flamengo, clube que eu ainda tenho contrato e eu só tenho a crescer com essa oportunidade.
Trabalhar com o Lúcio, mesmo nesse curto período, com certeza vai ser ótimo pra mim. Um cara que ganhou quase tudo no futebol. Estou atento ao que ele pode me ensinar. Estou até dividindo o quarto com ele. Está sendo muito importante para minha carreira.

 

20160526094614_380

Dumas em ação contra a Chapecoense, na única vez que atuou como profissional. Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

 

Aventura para o sucesso

Zico adora desbravar novos horizontes por esse mundão do futebol. A experiência no Japão criou um novo mercado da bola. E até hoje ele é idolatrado no país. A Índia é um país com realidade muito diferente daquela vivida pelo Japão, quando da sua chegada no começo dos anos 90, ainda como jogador.

Contudo, e mais uma vez, novamente Zico consegue aliar seu trabalho com algum tipo de benefício ao Flamengo. Ao levar duas jovens promessas da Base rubro-negra para uma curtíssima aventura na Índia.

Porém, cabe tão somente à própria dupla Dumas e Trindade extrair o máximo dessa aventura ao misterioso mundo indiano, com suas riquezas culturais ancestrais e uma economia crescente e sedenta por emoções ocidentais como o Futebol.

Além disso, os dois terão a oportunidade de conhecer o mundo do futebol em toda a sua diversidade. Não há como não relembrar a ida de Andrade para o futebol venezuelano logo em seu início de carreira. Muitos dizem que jogar em um centro pouco relevante foi fundamental para a sua formação. Boa sorte aos garotos, a Nação quer contar com eles em 2017.

 

Imagem destacada: Foto Divulgação FC Goa / MRN

 

Esta matéria foi feita com participação dos Apoiadores do Mundo Rubro Negro.

Quer entrar para o grupo de Whatsapp do Mundo Rubro e concorrer a um Manto autografado pelo time inteiro do Flamengo em dezembro?

Clique aqui:

apoia.se mrn