Após vitória magra pelo Carioca no final de semana, o Flamengo voltou a campo na noite dessa quarta (16). A partida marcou a estreia da equipe rubro-negra na Copa do Brasil e o adversário foi o Confiança. O jogo ocorreu no Estádio Lourival Baptista, o Batistão, casa da equipe de Aracaju.

Embora, na teoria, o jogo tenha sido fora de casa para o Flamengo, a equipe rubro-negra não sentiu muito dessa forma. Isso porque a torcida rubro-negra lotou o estádio em Aracaju e fez com o que Flamengo jogasse em casa, mesmo estando a muitos quilômetros de distância do Rio.

Mesmo com o apoio da torcida, desde a chegada à cidade de Aracaju, a equipe rubro-negra demonstrou pouca vontade de ganhar a partida e acabou saindo derrotada no Batistão, pelo placar de 1×0, obrigando a realização do jogo de volta.

 

EXPULSÃO E AUSÊNCIA DE GOLS MARCAM O PRIMEIRO TEMPO

Com menos de 1 minuto de partida, o Flamengo tomou um susto com uma chegada de grande perigo do Confiança.  O meia Everton chutou em direção à meta rubro-negra e quase conseguiu abrir o placar para a equipe sergipana. O chute, com endereço certo, foi salvo por Juan e Rodinei quase em cima da linha.


Aos 8 minutos de jogo, um lance de violência resultou na expulsão do capitão do Confiança. O volante Elielton acertou um chute no rosto de Ederson e recebeu o cartão vermelho direto, deixando a equipe de Aracaju com 1 jogador a menos na partida.

O Flamengo teve sua primeira grande chance quase aos 20 minutos de jogo. Cuéllar fez um lindo lançamento em direção ao ataque, que foi dominado por Emerson Sheik. Na oportunidade, o atacante rubro-negro chutou por cobertura mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.

A equipe rubro-negra teve duas boas oportunidades para abrir o placar. Na primeira, aos 25 minutos, Guerrero cabeceou a bola após receber cruzamento de Arão mas ela acabou saindo sobre a meta adversária. Na sequência do jogo, aos 31 minutos, Sheik cobrou falta, Wallace tocou de cabeça na bola que sobrou para Ederson completar para o gol, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 37 minutos, Guerrero quase abriu o placar, mas a bola foi retirada pelo zagueiro Lucas Rocha. O zagueiro quase passou de herói a vilão, quando, ao cabacear a bola, quase marcou contra a sua equipe, que em desvantagem numérica pouco conseguiu fazer na primeira etapa. Do lado rubro-negro, mesmo com 1 a mais em campo, o Flamengo teve dificuldade de finalizar e o primeiro tempo acabou empatado sem gols.

 

COM 1 A MENOS EM CAMPO, CONFIANÇA MARCA E FORÇA JOGO DE VOLTA

As equipes voltaram do intervalo com um ritmo mais lento que o da primeira etapa. Nos primeiros 10 minutos de jogo da segunda etapa, as equipes não tiveram chances de perigo ao ataque adversário. A primeira oportunidade rubro-negra no ataque ocorreu aos 12 minutos em cobrança de falta de Emerson Sheik. Após desvio da zaga do Confiança, a bola sobrou para Marcelo Cirino que chutou à esquerda do goleiro Rafael Sandes.

O jogo continuou sem muitas jogadas de perigo das duas equipes. O Flamengo teve maior posse de bola, mas continuava com dificuldade na finalização das jogadas, enquanto o Confiança parecia sentir a ausência do jogador expulso ainda na primeira etapa.

Aos 30 minutos, uma cobrança de falta levou perigo à área sergipana. Alan Patrick cobrou a falta e Arão subiu sozinho para cabecear, mas a bola acabou saindo sobre a meta adversária. Em novo lance, Arão cabeceou e a bola sobrou para Sheik, para bela defesa do goleiro do Confiança, mas a jogada foi anulada por impedimento do atacante.

Aos 35 minutos, mesmo com 1 a menos em campo, o Confiança conseguiu abrir o placar com Everton. Após cruzamento na área, Rodinei furou na tentativa de cortar a bola e o meia do Confiança acertou um forte chute, fazendo 1×0 para o Confiança.

Após o gol sofrido, a equipe rubro-negra tentou empatar a partida, mas a equipe sergipana, que já vinha com uma boa formação na defesa, se fechou ainda mais e impediu finalizações do Flamengo. Com o resultado, as equipes voltam a se enfrentar no Rio de Janeiro, para definir a vaga na próxima fase.

 

JOGO DE VOLTA

Com a derrota rubro-negra em Aracaju, o segundo jogo será necessário. O novo confronto entre as equipes já tem data para ocorrer: 13 de abril, às 21h45min.

No entanto, como o Maracanã está em obra, a partida não tem local definido para ocorrer. Sem estádio fixo para realizar as partidas que atua como mandante do jogo, o Flamengo tem decidido o local do confronto jogo a jogo. Com isso, a definição do jogo de volta deve ocorrer nas próximas semanas.

 

Ficha Técnica

Flamengo: Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Cuéllar (Gabriel), Willian Arão e Ederson (Alan Patrick); Marcelo Cirino (Felipe Vizeu), Guerrero e Emerson Sheik. Técnico: Muricy Ramalho

Confiança: Rafael Sandes, Valdo, Lucas Rocha (Wallace Sergipano) e Eron; Caíque, Flavio (Raulino), Elielton, Everton, Wallace Pernambucano (Carlinhos) e Ney Maruim; Leandro Kivel. Técnico: Betinho

Cartões Amarelo: Confiança – Rafael Sandes e Ney Maruim
Cartão Vermelho: Confiança – Elielton

Arbitragem: Emerson Luiz Sobral

Auxiliares:  Clóvis Amaral da Silva e Esdras Mariano de Lima Albuquerque

Público: 15.575 pagantes