O Flamengo enfrenta neste domingo um triplo tabu na busca pelo segundo lugar no Campeonato Brasileiro e do prêmio de R$ 10,7 milhões da CBF – R$ 3,4 milhões acima do valor pago ao terceiro lugar.

O primeiro é o fato de o clube jamais ter sido vice-campeão brasileiro em 45 edições do Campeonato Brasileiro – é, ao lado do Fluminense, o único clube considerado grande que jamais terminou a competição em segundo lugar (oficialmente, pela CBF, o Flamengo tem um vice pela Taça Brasil de 1964, equiparada em 2011 ao Campeonato Brasileiro).



Para garantir o segundo lugar, o Flamengo precisará vencer o Atlético-PR, já que o Santos enfrenta em casa o rebaixado América-MG, que já dispensou boa parte de seus jogadores titulares. Aí é que entram o segundo e o terceiro tabus. O primeiro deles é mais recente: o Flamengo não vence uma partida na última rodada do Campeonato Brasileiro desde o hexacampeonato, em 2009, que veio com um triunfo contra o Grêmio na partida derradeira. Foram cinco empates consecutivos (0x0 com o Santos, em 2010; 1×1 com o Vasco, em 2011; 2×2 com o Botafogo, em 2012; 1×1 com o Cruzeiro, em 2013 e 1×1 com o Grêmio, em 2014) e a derrota para o Palmeiras no ano passado.

Mas o maior tabu é o fato de o Flamengo não vencer o Atlético-PR em Curitiba por Brasileiros desde 1974 – e nunca ter vencido na Arena da Baixada pela competição. A única vitória veio em 1974, no então Estádio Belfort Duarte, hoje Couto Pereira. Paulinho e Zico – que ganharia naquele ano sua primeira Bola de Ouro da Placar – fizeram os gols da vitória por 2×1, com Sicupira descontando para o Atlético. O hoje auxiliar Jayme de Almeida foi zagueiro titular do Flamengo naquela partida. O jogo, entretanto, ficou marcado por um momento insólito, envolvendo o atacante Dario (o Dadá Maravilha) e descrito desta forma pelo Jornal do Brasil de 22 de abril de 1974, dia seguinte à partida.


img_2909

Na Arena da Baixada, Flamengo e Atlético já se enfrentaram 14 vezes pelo Brasileiro, com 3 empates e 11 vitórias do time paranaense. A única vitória do Mais Querido foi pela Copa Sul-Americana, em 2011, com gol de Ronaldinho. A cidade de Curitiba sempre foi um dos palcos mais hostis para o Flamengo em Brasileiros, que também enfrentou um longo jejum sem vencer o Coritiba lá, encerrado em 2013 – desde então, o Flamengo venceu as quatro últimas partidas no Couto Pereira pela competição. Além dos tabus, o jogo de domingo tem dois desafios extras: o Atlético-PR é o melhor mandante do atual Campeonato Brasileiro – só perdeu um jogo em casa, para o campeão Palmeiras. E pela primeira vez o Flamengo terá de enfrentar o novo campo de grama sintética da Arena da Baixada.

O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!