resenha rubro negra

 

Nesta terça-feira, dia 12/07, aconteceu o sorteio da Copa Sul-Americana, competição que o Flamengo vai participar depois de ser “premiado” pela campanha na Copa do Brasil. E neste mesmo dia o diretor de futebol Rodrigo Caetano disse em entrevista ao canal Fox Sports que o Flamengo entra pra vencer essa competição.

Um mínimo de racionalidade após um semestre tão desastroso.

E eu quero ganhar a Copa Sul-Americana. Um campeonato internacional (que há muito tempo não ganhamos), dá vaga para a disputa da Libertadores, da Recopa Sul-Americana, da Copa Suruga e agora também dá vaga na Copa Euroamericana (uma disputa entre o campeão sul-americano e o campeão da Liga Europa).

Fora toda a grana envolvida pela disputa de cada fase e o prêmio de U$ 2mi para o vencedor, que totaliza, segundo a Conmebol, um total de US$ 3.925.000. Grana + internacionalização da marca = ótima oportunidade.

É uma competição difícil? Eu acho que sim, ainda mais agora que a premiação aumentou. Mas nada de impossível para um clube do tamanho do Flamengo. E é claro que não podemos priorizar a Copa e largar o Brasileirão.


Disputar duas competições em alto nível é um desafio que poucos times brasileiros conseguiram. É necessário um bom elenco para realizar tal façanha. E é aí que o Fla pode levar vantagem.

O time hoje conta com um elenco numeroso, com algumas posições tendo até 5 opções, e o jogo contra o Atlético-MG foi uma prova de força. Os substitutos jogaram tão bem que pareciam titulares de suas posições. Vantagens de um time bem treinado.

É verdade que ainda existem algumas deficiências no elenco, mas com o que o Fla tem hoje há muita chance de levar essa Copa pra casa. Se sair aquele reforço de um camisa 10 ou um segundo atacante que faça gols, fica melhor ainda.

E não tem essa de sequência fácil no Brasileirão. Quando foi que o Flamengo teve algo fácil nesse brasileirão da CBF de Héber Roberto Lopes? O que temos são 5 jogos até o fim do primeiro turno e nesse mês de julho jogamos somente aos fins de semana, é aproveitar pra fazer o dever de casa.

Esse ano o destino tá ajudando, as forças flamengas entrarão em ebulição e a Nação tá dando show pelo Brasil afora. Quem ficar parado a onda leva.

No mais é São Judas Tadeu no céu e Zico na terra. SRN.