Num jogo com cara de revanche, o Flamengo venceu o Vasco pelo placar mínimo, na manhã nublada deste sábado (30/04), na Gávea, pela 4ª rodada da Taça Rio Sub-20. Loran marcou o gol da vitória rubro-negra, que ainda teve uma brilhante atuação do meia Matheus Sávio e a expulsão de Arthur Bonaldo. Com o resultado, o Flamengo chegou aos 6 pontos na Taça Rio, deixando a incômoda 10º colocação da tabela. O próximo compromisso do Sub-20 é contra o Fluminense, na quarta-feira (4), às 15h, na Gávea.

O JOGO

O Vasco não se importou com o fato de estar jogando fora de casa. O Cruzmaltino começou melhor a partida, levando muito perigo ao gol defendido por João Lopes. O Fla tentava chegar pelo lado direito, mas pecava nas finalizações, gerando contra-ataques para o rival. A primeira chegada com perigo do Rubro-Negro, aconteceu aos 28′. Grande jogada de Matheus Sávio, que cruzou e quase Gabriel Ramos abriu o placar. No minuto seguinte, foi a vez do Vasco ter uma ótima oportunidade de sair na frente. O time de São Januário chegava bem pela esquerda, Hugo cruzou e Matheus Vital perdeu o gol em cima da linha e sem goleiro.

O Vasco foi melhor até perder a chance inacreditável. A partir disso, o Mengão equilibrou a partida e marcou o seu gol aos 33′. Matheus Sávio tabelou com Arthur Bonaldo, que tocou para Loran chutar sem chances para Matheus Cabral. Fla 1×0 Vasco.

O Flamengo voltou do intervalo com uma alteração. O zagueiro André Baumer, que já tinha cartão amarelo e por pouco não foi expulso na primeira etapa, saiu para a entrada de Lincoln. O clima amistoso do primeiro tempo do jogo não se repetiu na etapa complementar. Os jogadores deixaram a rivalidade falar mais alto e jogadas mais ríspidas tomaram conta do clássico.


O crescimento do Flamengo na partida passou muito pela boa atuação de Matheus Sávio. Como acontece nos jogos do Sub-20, ele é o termômetro da equipe. Se o camisa 10 vai bem, o time responde positivamente. Apesar da perseguição sofrida por Sávio em campo, o jogador participou dos principais lances de perigo do Fla, arriscando com os chutes de fora da área e deixando os companheiros em boas condições para ampliar o marcador.

O Vasco, que até sofrer o gol mandava na partida, pouco produziu depois. Nem mesmo a expulsão de Arthur Bonaldo, após parar um contra-ataque e receber o segundo cartão amarelo, resultou numa pressão vascaína. O técnico Zé Ricardo colocou Hugo no lugar de Matheus Sávio para recompor o meio campo. Logo em seguida tirou Loran para a entrada de Patrick.

Aos 47′ o árbitro marcou pênalti para o Vasco, mas antes o assistente já havia assinalado o impedimento na jogada. Fábio Peixoto Schuch acatou a decisão do assistente, gerando muita reclamação por parte dos vascaínos. Sob contestações da comissão técnica cruzmaltina, a partida foi encerrada e o Fla saiu com a vitória, recuperando-se na competição.

No final da partida, Kleber falou com o Mundo Rubro Negro. O camisa 7 do Flamengo analisou a vitória sobre o Vasco e já visou o Fla x Flu da próxima rodada.

“É uma vitória com um gostinho bom, até porque ganhamos de um rival, o nosso maior rival aqui no Rio de Janeiro. Ganhamos com superação, com um jogador a menos, graças a Deus conseguimos essa vitória muito suada.”

“O Fluminense também é uma equipe muito qualificada. Vamos deixar tudo que passou contra o Vasco de lado e focar o Fluminense na quarta-feira.” afirmou o jogador.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1×0 Vasco – Campeonato Carioca- Taça Rio – 4ª rodada

Data: 30 de Abr de 2016

Horário: 10h (Brasília)

Local: Estádio da Gávea – RJ

Árbitro: Fábio Peixoto Schuch

Flamengo: João Lopes; Thiago Ennes, Bernardo, Andre Baumer (Lincoln) e Michael; Arthur Bonaldo, Kleber e Trindade; Matheus Sávio (Hugo), Gabriel Ramos e Loran (Patrick). Técnico: Zé Ricardo.

 Vasco: Matheus Cabral, Paulo Vitor, Lucas Barboza, Raniel, Alan, Rafael França (Gabriel), Douglas Luiz, Andrey, Matheus Vital (João Victor), Gerônimo e Hugo Borges (Marcondele). Técnico: Rodney Gonçalves.