No mundo do futebol, quem gosta do período de transferências sem dúvidas acompanha o site alemão (e disponível em várias línguas) Transfermarkt. Pois bem, segundo este portal especializado em contratações e vendas do futebol mundial, o Flamengo estaria interessado em Paulo Henrique Ganso.

Ganso surgiu para o futebol em 2013 e foi um daqueles garotos que encantou o Brasil junto aos demais “meninos da Vila”. Rapidamente conseguiu apelidos de grandes craques e foi possível ver a postura daquele camisa 10 de antigamente: bom finalizador e com visão de jogo e passes apuradíssimos. No entanto, após problemas com lesões o seu rendimento caiu e ele saiu brigado com o Santos. Logo foi comprado pelo São Paulo e lá jamais mostrou o bom futebol que o revelou.

Após alguns jogos com um rendimento bom, mas nem perto de quando surgiu, Ganso despertou o interesse de Sampaoli, que decidiu contar com o meia no Sevilla. O clube espanhol pagou 9,5 milhões de euros e levou o atleta. Na Espanha, no entanto, nada foi como esperava. Chegou para substituir Banega e acabou mostrando para o mundo que era um atleta preguiçoso, como já falavam no Brasil. Entrou em campo apenas 16 vezes, 10 como titular, marcou 3 gols e deu 3 assistências. Sua melhor partida foi contra o Granada, em abril, quando ele anotou 2 gols e teve uma exibição digna de aplausos.

Encostado, Ganso está avaliado em 5 milhões de euros (R$ 18,5 milhões). Caso seja contratado pelo Flamengo, teria que disputar posição com Diego e Conca. Antes de ir para o Sevilla, ele quase foi para o rubro-negro, como afirmou Giuseppe Dioguardi, empresário do jogador, em entrevista ao programa Fox Sports Rádio: “Tivemos uma reunião eu, o presidente do Flamengo, o Fred (vice do Flamengo). O São Paulo descartou o negócio, achava que ele iria render mais. Era um momento difícil para o Ganso no São Paulo, ele não estava bem. Foi uma coisa que mexeu muito com a gente”.


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN</strong